Descrição de chapéu Ásia

Avião cai no Nepal com 22 pessoas a bordo

Voo doméstico perdeu contato, e destroços foram encontrados horas depois

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Katmandu | AFP

Equipes de resgate do Nepal encontraram na noite deste domingo (29) os destroços de um avião com 22 pessoas que havia desaparecido mais cedo numa zona montanhosa do país.

As informações foram dadas por um porta-voz do Exército, que não deu mais detalhes sobre as condições dos passageiros.

O voo doméstico da Tara Air havia decolado de Pokhara, no centro-oeste do país, com destino a Jomsom, mas perdeu contato 15 minutos depois.

Familiares de passageiros do voo que desapareceu no Nepal choram à espera de notícias - Prakash Mathema/AFP

A última localização conhecida da aeronave —um Twin Otter transportando três tripulantes e 19 passageiros, incluindo dois alemães e quatro indianos— havia sido em uma área perto de Ghorepani, cidade situada 2.874 metros acima do nível do mar, segundo as autoridades aéreas.

A Autoridade de Aviação Civil indicou mais cedo que, além de helicópteros, militares, policiais e membros da Associação de Resgate do Himalaia foram mobilizados para operações de busca, queforam prejudicadas pelo mau tempo.

"Não houve relatos de moradores sobre um grande incêndio ou outras indicações", disse Dev Raj Subedi, porta-voz do aeroporto de Pokhara.

Jomsom é um destino popular para trilheiros no Himalaia, a cerca de 20 minutos de voo de Pokhara, que fica 200 quilômetros a oeste da capital Katmandu.

O transporte aéreo no Nepal cresceu muito nos últimos anos, graças ao grande número de turistas, grande parte dos quais amantes do montanhismo, e também ao comércio em lugares remotos que não podem ser acessados ​​de outra forma.

Mas o país do Himalaia tem um péssimo histórico de segurança em razão de pilotos mal treinados e problemas de manutenção de aeronaves. A União Europeia, por exemplo, proibiu todas as companhias aéreas nepalesas de acessarem seu espaço aéreo por razões de segurança.

Em março de 2018, uma aeronave da empresa de Bangladesh US-Bangla Airlines caiu perto do aeroporto de Katmandu, matando 51 pessoas. O acidente mais dramático ocorreu em 1992, quando 167 pessoas perderam a vida quando um avião da Pakistan International Airlines caiu perto do aeroporto de Katmandu.

Dois meses antes, uma aeronave da Thai Airways havia caído nessa mesma área, matando 113 pessoas.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.