Descrição de chapéu Estados Unidos

Entenda o que é o Juneteenth, feriado nos EUA que celebra o fim da escravidão

Data que se tornou marco nacional em 2021 não é a mesma da proclamação de libertação de escravizados; entenda

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Boa Vista

Nesta quarta-feira (19) os Estados Unidos comemoram o Juneteenth, data que celebra o fim da escravidão no país e se tornou feriado nacional apenas em 2021.

A marca se refere a 19 de junho de 1865, quando foram libertados os últimos escravos do país, em Galveston, no estado do Texas. Daí o nome do feriado, junção de junho (june) com 19º (nineteenth).

O país havia acabado de sair de sua guerra civil, que opôs estados do Norte, favoráveis à abolição da escravidão, contra estados do Sul, contrários a ela.

Turista de Seattle tira foto em mural celebrando o Juneteenth em Galveston, no Texas
Turista de Seattle tira foto em mural celebrando o Juneteenth em Galveston, no Texas - Adrees Latif - 19.jun.2023/Reuters

Por que essa data e não a da proclamação do fim da escravidão?

No início de 1863, o presidente Abraham Lincoln decretou o fim da escravidão em pleno conflito, que foi vencido pelo Norte em abril de 1865. Notícias de que a guerra havia terminado, no entanto, demoraram dois meses para chegar a todas as partes do país.

Foi no dia 19 de junho que o general Gordon Granger da União (Norte) chegou à cidade de Galveston, no Texas, até então último estado com forte resistência Confederada (Sul) e ainda com escravos após o fim da guerra, e informou à população escravizada que eles estavam livres.

Em sua ordem, preservada no Arquivo Nacional do país, Granger afirma que todos os escravos estão livres e que "isso envolve igualdade absoluta de direitos pessoais e de propriedade entre antigos mestres e escravos".

A medida diz ainda que "a conexão outrora existente entre eles se torna aquela de empregador e empregado", e aconselha os libertos a "continuar calmamente em suas casas e a trabalhar por salários".

Quando e como virou feriado nacional?

A data também é chamada de Dia da Liberdade ou Dia da Emancipação no país. Celebrada por comunidades negras em várias cidades e estados desde o século 19, ela virou feriado nacional apenas em 2021, no início do governo de Joe Biden.

Contribuiu para a federalização do marco histórico o contexto social daquele começo de mandato democrata. George Floyd havia sido assassinado em 2020, durante abordagem policial na cidade de Minneapolis, o que desencadeou uma onda global de manifestações antirracismo já intensa nos EUA com o movimento Black Lives Matter.

Uma estátua de Floyd foi inaugurada no Brooklyn, em Nova York, no ano de 2021, o primeiro Juneteenth nacional.

No Texas, a data é feriado desde a década de 1980, e todos os outros estados americanos reconhecem o marco histórico em algum nível.

Como é celebrado?

As primeiras celebrações envolviam basicamente orações e encontros familiares, e depois incluíam peregrinações anuais a Galveston por pessoas que haviam sido escravizadas e suas famílias, de acordo com o site juneteenth.com.

Em 1872, um grupo de pastores e empresários negros em Houston, também no Texas, comprou uma propriedade na cidade para criar o Parque da Emancipação, que foi destinado a sediar a celebração anual do Juneteenth no local.

Hoje, enquanto algumas celebrações acontecem entre famílias em quintais onde a comida é um elemento essencial, algumas cidades, como Atlanta e Washington, realizam eventos maiores, incluindo desfiles e festivais com moradores, empresas locais e entre outros grupos.

Com The New York Times

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.