Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
21/12/2010 - 12h03

Europa deve reforçar normas de transporte em condições de frio e neve

Publicidade

DA ASSOCIATED PRESS

O fracasso em larga escala para manter os voos operando durante condições de frio e de neve na Europa pode levar a uma maior regulamentação, segundo autoridades da Comissão Europeia, enquanto passageiros exaustos e raivosos lutam para retornar a suas casas após o quarto dia de caos no setor.

O comissário europeu para Transportes, Siim Kallas, disse que novas regulamentações em aeroportos a serem publicadas antes do verão europeu incluem novas exigências sobre "serviços mínimos" que os terminais deverão fornecer durante condições climáticas severas.

Kallas disse que se encontrará com representantes de aeroportos nos próximos dias "para perguntar por explicações melhores e dar uma longa análise no que for necessário para assegurar que eles operem mais efetivamente".

"Os aeroportos devem se tornar mais sérios sobre se planejarem para esse tipo de evento", disse Kallas. "Nós temos visto nos recentes anos na Europa ocidental que neve não é uma circunstância excepcional".

"Melhor preparação alinhada com o que é feito no norte da Europa não é um extra opcional, deve ser planejado e com o necessário investimento, particularmente da parte dos aeroportos", afirmou o comissário.

CAOS

Grandes atrasos e cancelamentos desorganizaram aeroportos europeus incluindo o de Heathrow, em Londres, além da linhas da Eurostar, deixando várias pessoas detidas pela Europa às vésperas do Natal.

Após 72 horas de nevasca, as estradas cheias de gelo em boa parte do Reino Unido levantaram dúvidas sobre a entrega de presentes de Natal pois os percursos ficaram perigosos.

"Estamos entregando o quanto podemos, mas inevitavelmente algumas coisas não poderão ser enviadas antes do Natal", disse uma porta-voz da rede de lojas Curry, Anna Castle.

A Eurostar (serviço de trens de alta velocidade), que liga o Reino Unido à França e Bélgica, avisou aos passageiros para cancelarem as viagens nos próximos dias e receberem uma restituição dos pagamentos, a não ser que fosse realmente necessário viajar.

O serviço disse que operará em baixa velocidade por precaução.

Enquanto isso, na Alemanha, o aeroporto de Frankfurt, o maior da região, cancelou nesta terça-feira voos pela quinta vez consecutiva após uma série de nevasca no país.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página