Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/01/2011 - 10h40

Baixa temperatura mata mais de 40 na Índia

Publicidade

DA ASSOCIATED PRESS, EM LUCKNOW (ÍNDIA)

As baixas temperaturas e ventos congelantes do Himalaia mataram ao menos 41 pessoas no norte da Índia nas últimas duas semanas e forçaram escolas a fechar suas portas na capital Nova Déli.

Um porta-voz do governo do Estado de Uttar Pradesh, o mais afetado, disse que cinco pessoas morreram de frio na madrugada desta quarta-feira, elevando o número de vítimas a 41.

Gurinder Osan/AP
Crianças se juntam ao redor de fogueira para resistir às baixas temperaturas que atingem a Índia
Crianças se juntam ao redor de fogueira para resistir às baixas temperaturas que atingem a Índia

Uttar Pradesh é um dos Estados mais pobres da Índia e quase um quinto de seus 180 milhões de habitantes não tem casa.

Em Nova Déli, ao menos dez pessoas morreram de frio em duas semanas, apesar do esforço da polícia e de assistentes sociais para persuadir os moradores de rua a dormir em um dos 80 abrigos municipais.

A temperatura caiu a 3,7 °C nesta terça-feira na capital --onde a temperatura média de janeiro fica em torno de 14 °C.

Arvinder Singh Lovely, ministro de Educação de Nova Déli, ordenou o fechamento de todas as escolas por uma semana, a partir desta quarta-feira, diante do intenso frio. Oficiais no Estado de Bihar também fecharam as escolas por uma semana.

Channi Anand/AP
Mulheres se enrolam em tecido ao caminhar por densa névoa em Jammu; frio matou ao menos 41 pessoas em Uttar Pradesh
Mulheres se enrolam em tecido ao caminhar por densa névoa em Jammu; frio matou ao menos 41 pessoas

Apesar da Índia ser conhecida pelos verões de altas temperaturas, os termômetros caem muito nos meses de dezembro e janeiro. A parte mais pobre da população, principalmente os moradores de rua, são os mais atingidos.

"Nós montamos fogueiras e sentamos ao redor delas a noite toda", disse Sukhai Ram, de Lucknow. Enrolado em um lençol fino, ele tentava manter a chama acesa com pedaços de pneus e sacos plásticos. "Sem este fogo, nós morreremos".

As autoridades em Lucknow organizaram 74 fogueiras em grandes cruzamentos,.hospitais e estações de ônibus e trem para manter estas pessoas longe do frio, disse o prefeito Dinesh Sharma.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página