Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
16/09/2011 - 22h44

Grego tenta atear fogo a si mesmo pela terceira vez em protesto à crise

Publicidade

DA ASSOCIATED PRESS, EM TESSALÔNICA

Um comerciante de 55 anos tentou atear fogo a si mesmo nesta sexta-feira na cidade de Tessalônica, na Grécia, aos gritos de que não conseguia pagar suas dívidas após a falência de sua empresa. Autoridades locais disseram que a polícia extinguiu o fogo e que o homem, cuja identidade não foi revelada, foi internado com queimaduras no peito.

Em frente a uma agência bancária, o comerciante derramou gasolina em seu próprio corpo e ateou fogo. Esta é a terceira vez que ele tenta se autoimolar, diz a polícia. Sua última tentativa ocorreu no ano passado.

Nodas Stylianidis/www.photoreportage.gr/Reuters
O grego de 55 anos tentou pela terceira vez a autoimolação, impedida pela polícia que apagou o fogo a tempo
O grego de 55 anos tentou pela terceira vez a autoimolação, impedida pela polícia que apagou o fogo a tempo

Ainda em janeiro deste ano, um jovem morreu na Tunísia após atear fogo ao próprio corpo. Frustrado com o desemprego e corrupção no país, ele se autoimolou após ter perdido a licença para operar sua barraca de frutas.

O protesto deu início a uma série de manifestações que culminaram com a queda do ditador da Tunísia, Zine el Abidine Ben Ali, após 23 anos no poder.

A Grécia vive seu terceiro ano de recessão econômica, e tem evitado a falência após sucessivos pacotes de ajuda internacional. Em troca do auxílio, o governo tem implementado cortes e medidas de austeridade para diminuir gastos, o que afeta diretamente a população.

Com índices recorde de desemprego e falência de empresas, o país tem visto intensas manifestações nos últimos meses.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página