Descrição de chapéu
Renato Feder

Aulas de qualidade em tempos de pandemia

Aluno deve ser protagonista e não somente ficar assistindo ao professor

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Renato Feder

Secretário da Educação e do Esporte do Paraná

Aulas presenciais são sempre melhores. Mas, com a pandemia, em números e casos extremamente graves, o novo normal merece um olhar atento também no que diz respeito à educação. Como no momento é muito difícil estar presencialmente nas salas de aula, cabe a nós trabalhar e repensar uma melhor educação com aulas remotas. E, sim, é possível entregar um serviço profissional e de muita qualidade.

Além disso, não podemos deixar a desigualdade já existente ser ainda mais ampliada. Precisamos ter mecanismos onde alunos de escolas públicas possam ter acesso a boas aulas e continuem com seu desenvolvimento educacional.

No Paraná, trabalhamos forte e aceleradamente alguns pilares fundamentais para elevar o ensino. O primeiro é a formação dos professores. Investimos milhares de horas na formação da nossa rede. A principal estratégia foi criar 1.500 grupos, com 10 a 15 professores cada, que se reúnem duas vezes por semana para tratar de tecnologia e educação remota. Além disso, também organizamos diversos encontros com os professores em grupos maiores, com lives e dicas para todos os níveis do corpo docente.

Nessas formações, mostramos ferramentas diferentes, novas, que abrangem um universo mais amplo e diversificado, como conhecer virtualmente museus pelo mundo, ver ferramentas 3D de matemática ou navegar lado a lado de um vírus pelo corpo humano. Tudo bem prático e fácil para auxiliar o professor a encantar o aluno na aula virtual.

O segundo pilar está nas salas de aula virtuais. Mantivemos a formação original da escola: todos os alunos continuaram com suas turmas e professores. O calendário é seguido à risca. As aulas são ao vivo, dadas por cada professor para sua turma. Incentivamos que todos deixem as câmeras abertas, para que haja mais interação entre professor e aluno e que busquem maior relação de confiança.

Um outro pilar foca nas lições e atividades durante a aula. Postamos para os alunos inúmeras atividades por dia. São exercícios que desafiam e engajam o estudante para que cada aula utilize metodologias ativas, onde ele seja protagonista e não somente fique assistindo ao professor.

O último pilar é o acompanhamento. Com a tecnologia é possível acompanhar a evolução de cada aluno, cada turma e cada escola. Conseguimos verificar quais jovens fizeram e acertaram as lições, para corrigir adequadamente, e quanto tempo ficaram em cada aula. Essas informações vão direto para o professor e para o diretor para que possam ajudar no engajamento dos estudantes e, eventualmente, melhorar a qualidade das suas aulas e atividades.

O resultado é que, no Paraná, a pandemia trouxe um prejuízo menor na educação. Temos 150 mil aulas ao vivo todos os dias; são 20 milhões de lições de casa feitas toda semana; e muitos alunos ficam as cinco horas por dia interagindo com seus professores.

TENDÊNCIAS / DEBATES
Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do jornal. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.