Leitor cobra manifestação do governo sobre ataque ao Porta dos Fundos

Trata-se de um ato terrorista, afirma Igor Alexandre Garcia

Porta dos Fundos
Se os bolsonaristas começarem a achar que atacar quem é contra o “mito” fica impune, estaremos a um passo da guerra civil (“Vídeo de ataque ao Porta dos Fundos é verdadeiro, mas polícia ainda investiga autores”). Trata-se de um ato terrorista, cadê o governo que não se manifesta?
Igor Alexandre Garcia (São Paulo , SP)

As trevas estão chegando. Se a sociedade não reagir de forma organizada e pacífica, esta gente vai conseguir o quer, que é fomentar um clima de confrontação que justifique a ditadura. Há muitos inimigos da liberdade por aí e muitos deles estão organizados. É só o começo.
Hernandez Piras Batista (São Paulo, SP)

Isto está divertidíssimo. Defensores do ataque que trucidou toda a redação do Charlie Hebdo alegavam que as charges do jornal eram ofensivas a toda uma religião e que os jornalistas “procuraram” o destino que lhes foi imposto. Agora, vejo vários desses “defensores do respeito à fé muçulmana” defendendo o direito de insultar a fé cristã.
Nelson Cordeiro Pinheiro Sampaio (São Paulo, SP)


Economia
A economia está dando esse “suspiro” devido à liberação do FGTS e ao pagamento do 13º salário (“Com crescimento de 9,5%, vendas de Natal são as melhores desde 2014”). A queda na taxa de desemprego ainda é tímida, ao ponto de não gerar impacto na demanda. Aguardemos os meses da ressaca, a partir de janeiro.
Artur Alencar (João Pessoa, PB)

O presidente Jair Bolsonaro faz um primeiro ano bom, só precisa para de falar besteira.
Juliano Pereira da Silva (Belo Horizonte, MG)


Juca Ferreira e Pondé
Juca Ferreira tem razão (“Coluna de Pondé é delírio paranoico de acusações gratuitas ao PT”). No PT e nos petistas, Luiz Felipe Pondé só enxerga malfeitos. Exige deles autocrítica que jamais exigiu de outros. Interessante que, em suas aparições televisivas, Pondé costuma acovardar-se, espertamente fingindo temperança. 
Mauro Fadul Kurban (São Paulo, SP)

Ilustração em estilo semelhante a xilogravura em preto. É uma noite de lua minguante e uma estrela cadente passa pelo céu. Três pássaros voam e estão rodeados de cactos e palmeiras
Ricardo Cammarota/Folhapress


Juca Ferreira acusa Luiz Felipe Pondé de ser arrogante e desrespeitoso com os que pensam diferente. Mas o ex-ministro da Cultura também destila ódio e intolerância, contribuindo para a polarização no país, no qual o seu partido, o principal responsável por essa situação, também se beneficia. 
Dani Lindenbaum (São Paulo, SP)
 


Lula
Ainda falta muita falcatrua desses petistas para ser desvendada (“PF indicia Lula sob suspeita de propina de R$ 4 milhões da Odebrecht a instituto”). Imagine, se não tivesse ocorrido a criação da Lava Jato, como estaria o país, com tanto assalto aos cofres públicos e à Petrobras? Quem defende a extinção dessa operação, tão valiosa e moralizadora, só pode concordar com a corrupção.
Carlos Alberto Félix da Silva (Parnamirim, RN)


Flávio Bolsonaro está encrencado? Vamos acusar o Lula urgentemente.
Alexandre Almeida (Volta Redonda, RJ)


Sergio Moro
A sra. Maria Hermínia Tavares afirma que um dos motivos para o prestígio de Sergio Moro é a “espetacularização do combate aos corruptos” (“Por que Moro é popular”). O merecido prestígio existe não pela espetacularização, mas, sim, pelo efetivo combate e encarceramento dos maiores corruptores e corruptos da história de nosso país.
José Loiola Carneiro (São Paulo, SP)

Moro é popular como era Joaquim Barbosa, ambos foram seletivos nas suas ações e não encontraram na Justiça oportunidades para seguir em frente. A coisa passa e o legado que fica é pequeno quando o feito não é abrangente. Espero mais podres da Lava Jato para desapontamento dos fãs dele.
Armando Moura (São Paulo, SP) 


Colunistas
Irretocável o artigo “Mais três anos”, de Mariliz Pereira Jorge. Compartilho com ela a descrição que faz do que passamos em 2019 e das projeções para o próximo ano. Parabéns à articulista e meus sentimentos a todos os brasileiros que estamos vivendo este tenebroso pesadelo. 
Simon Widman (São Paulo, SP)

A melhor notícia é que não temos mais os 14 anos de governo retrógrado, corrupto e estatista. A segunda melhor notícia é que, do jeito que a economia vem melhorando e promete para 2020, não serão mais três anos, mas, sim, mais sete, com Moro e Paulo Guedes. No item filhos, a colunista esqueceu de citar o filho tratador de zoológico e hoje empresário milionário das comunicações. Pena que o olhar tão crítico só despertou com 14 anos de atraso. 
Antonio Illanes (São Paulo, SP)

Bolsonaro e filhotes não são, nem de longe, uma maravilha, mas era o que tínhamos. Vamos aguentar a família por três anos e depois vamos trocá-los por alguém mais competente.
Milton Nauata (Campinas, SP)

Sobre a coluna “Bandeira Vermelha”, de Roberto Dias, o atual antiministro do Meio Ambiente, condenado na Justiça, é muito coerente com a política ambiente do governo: destruição.
Michael Santos (Campinas, SP)

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles - Pedro Ladeira - 27.nov.19/Folhapress

Campo em Paraisópolis
É preciso decuplicar o número de CEUs nas periferias das grandes cidades para promover lazer e ascensão social, reduzir a desigualdade social e, drasticamente, a criminalidade para preparar o futuro da nação (“Campo no coração de Paraisópolis cria oportunidade para jovens”). 
Antonio Melo (São Paulo, SP)

Vista aérea da Arena Palmeirinha, em Paraisópolis, comunidade para mais de 100 mil pessoas na zona sul de São Paulo - Eduardo Anizelli - 16.dez.2019/Folhapress


Futebol é bom para integrar, mas o importante mesmo são boas escolas. Não vejo nenhum jornal decente fazer reportagens sobre boas escolas e cobrar isso dos administradores públicos. Nossa treva só vai ser vencida pela educação.
Carlos Telles (Porto Alegre, RS)


Boas-festas
A Folha agradece e retribui os votos de boas festas recebidos de Sergio Poroger, SPMJ Comunicação, Consulado Geral da França em São Paulo, CNS (Confederação Nacional de Serviços), Remir Comunicação, Faculdade Zumbi dos Palmares, Vicente Limongi Netto (Brasília, DF) e Gilberto Natalini, vereador (PV-SP).


Os leitores podem colaborar com o conteúdo da Folha enviando notícias, fotos e vídeos (de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, basta acessar Envie sua Notícia ou enviar mensagem para leitor@grupofolha.com.br​. ​ ​ ​​

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.