Leitores criticam gasto de menos de 1/3 da verba para Covid apontado por TCU

'Vivemos um projeto governamental de extermínio e destruição', escreve leitor

Anorexia
Algumas linhas no resumo do que pretende o governo com a reforma tributária já dizem tudo: “reduzir a tributação das empresas” e “reduzir a contribuição patronal” (“De onde vêm os tributos”, Mercado, 22/7). Mas Guedes é bonzinho e oferece —com o chapéu alheio— diminuir as alíquotas do imposto de renda de pessoa física. Mais que uma reforma, teremos uma dieta tributária. Aquela que nos levará do Estado mínimo para o Estado anoréxico.

José Zimmermann Filho (São Paulo, SP)


Covid no Brasil
Ministério da Saúde gastou menos de 1/3 da verba para Covid, diz TCU” (Cotidiano, 22/7). Claro, encheram o órgão de incompetentes. Depois ficam todos ofendidinhos quando escutam as verdades. Essa turma não se convence do seu completo despreparo para qualquer coisa que não seja bater continência e juntar os calcanhares.

Flávio Rodrigues Fonseca (Mendes, RJ)

Comprovada a fala de Gilmar Mendes. Milhões de doentes, mortos chegando a 100 mil (só os oficiais) e este governo continua com a sua política genocida.

Rinaldo Bastos Vieira Filho (Belo Horizonte, MG)

Fosse na Alemanha, já estariam os responsáveis todos presos. Fosse no Japão, já teriam feito haraquiri.

Gilmar Maghenzani (São Paulo, SP)

Vivemos um projeto governamental de extermínio e destruição. A intenção do governo é matar o quanto for possível de idosos para diminuir o déficit previdenciário; é gerar desemprego para ter mão de obra barata e sem direitos trabalhistas e previdenciários; é estimular o genocídio para acabar com os pobres...

Antonio Melo (São Paulo, SP)

SP tem 2º maior número de casos em 24h, e interior ultrapassa capital” (Saúde, 22/7). São Paulo e Argentina têm população idêntica: 44 milhões. No entanto, o estado tem quatro vezes mais casos e oito vezes mais mortes que o país vizinho. A diferença é que lá eles fizeram um lock down de verdade, sem malabarismos gramáticos. Enquanto São Paulo adotou “bandeiras” epidemiológicas. É como fazer xixi no canto da piscina esperando que a água não misture tudo...

Ney Hamilton Michaud (Curitiba, PR)


Vacina
EUA fazem acordo para comprar 100 milhões de doses de possível vacina contra o coronavírus” (Saúde, 22/7). Bolsonaro já avisou que vai comprar toda a cloroquina do mundo, porque essa coisa de vacina é coisa de comunista...

Milton Moreira de Araújo (Curitiba, PR)

Por que o governo americano pretende comprar mais 500 milhões de doses no ano que vem, além das 100 milhões de doses deste ano, se a população lá é de 350 milhões de pessoas? É para fazer geopolítica? Para deter o estoque de vacina do mundo e barganhar alguma coisa?

Ramurti Barbosa (Belo Horizonte, MG)


Bolsonaro e Covid
Exame de Bolsonaro para Covid-19 tem novo resultado positivo, diz Presidência” (Poder, 22/7). Quer dizer que os comprimidos de cloroquina...

Ricardo Candido de Araújo (Taboão da Serra, SP)

Como pode? Esse vírus deve mesmo ser comunista. Ele não vai embora, nem mesmo com toda a cloroquina que o Bolsonaro toma.

Flavio Freitas Faria (Brasília, DF)

E daí? Quer que façamos o quê?

Luiz Carlos Ferreira Gomes (Fortaleza, CE)


#UseAmarelo pela Democracia

As uvaias no quintal do senhor Klaus - Arquivo pessoal

A democracia está em nossas mãos.

Klaus Schützer (Piracicaba, SP)


Desembargador
Fico até com pena do famoso desembargador caso ele receba a punição da aposentadoria compulsória. Deixar de ganhar R$ 54 mil mensais e passar a receber R$ 30 mil é capaz de fazer ele passar necessidade. Arrogância, humilhação, desrespeito ao próximo e até mesmo ao dinheiro público, foi o que ele fez. Uma aberração de imoralidade. Mas, infelizmente, a lei permite e favorece isso.

Wagner Fernandes Guardia (São Vicente, SP)

Desembargador Eduardo Siqueira rasga multa por estar sem máscara em praia de Santos (SP)
Desembargador Eduardo Siqueira rasga multa por estar sem máscara em praia de Santos (SP) - 19.jul.20/Reprodução

Ditadura
O curso sobre a ditadura militar oferecido pela Folha em quatro aulas fantásticas é uma verdadeira chance de conhecermos a real história do período mais triste do nosso país. E a melhor maneira de não repetirmos os erros do passado.

Luis Eduardo Souza Flamini (Guaranésia, MG)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.