Desemprego preocupa leitores

Debate eleitoral é objeto de comentários

Desemprego
"Desemprego no Brasil bate recorde e atinge 13,1 milhões de pessoas" (Mercado, 30/9). Não é surpresa encontrar por aí fanáticos seguidores da seita bolsonarista dizendo que a culpa é do isolamento. No ano passado havia os mesmos 13 milhões de desempregados. Lá, era culpa do PT; agora, a culpa é da imprensa...
Felipe Maués Santos Rodrigues (Belém, PA)

É só tirar a Dilma; é só passar a reforma trabalhista; é só passar a reforma da Previdência; é só eleger o Bolsonaro; é só passar a reforma administrativa... Qual será o próximo canto da sereia?
Ivan Silva (São Paulo, SP)


Precatórios
"Pedalada de Bolsonaro acelera a piora das condições financeiras do país" (Mercado, 30/9). Aproveitando que os precatórios federais, mais uma vez, devem ser alvo de calote, vale lembrar os seus congêneres estaduais: minha mãe moveu ação contra o Instituto de Previdência do Estado de São Paulo (Ipesp) e ganhou, mas até hoje não recebeu um tostão do que lhe é devido. Ah, sim: o processo está completando 27 anos. "Parabéns" a todos os que se esforçaram para isso.
Márcia Verri (São Paulo, SP)

*

Estou com 85 anos e há mais de 20 aguardo pagamento de precatório. Agora que estou listado para receber em 2021, vem a péssima notícia de que esse desgoverno quer tomar o meu dinheiro e dar para o Renda Cidadã. Tremenda violência contra um aposentado.
Osvaldo Alves Aranha (Jaú, SP)

Guilherme Dionizio


"Guedes diz que precatório não será usado no Renda Cidadã" (Mercado, 30/9). Paulo Guedes participou do anúncio junto com o presidente, seus líderes, ministros etc. Em hora nenhuma fez a menor menção ao megaequívoco que estava sendo dito. Agora aparece como o dono da verdade, conhecedor de todos os detalhes e esculhambando o seu próprio grupo.
Marcelo Magalhães (Rio de Janeiro, RJ)

*

Há dois anos essa turma vem fazendo contas e apresentando ideias esdrúxulas. Na semana que vem teremos outra. É visível que não têm a competência exigida para os cargos que ocupam. Talvez sirvam como analista ou assessor. Mas é preciso um chefe para limitar as bobagens que fazem.
Alexandre Luiz Ferreira da Silva (Belo Horizonte, MG)


Quino
"Morre Quino, criador da Mafalda, estrela das HQs que odeia sopa e autoritarismos" (Ilustrada, 30/9). Uma perda imensa. Mafalda é um ícone universal dos quadrinhos.
Wesley de Carvalho (Caldas, MG)

O mundo que Quino desejava fica cada vez mais longe com o neofascismo, mas, de repente, o céu se alegrando, enviam de lá um fio de esperança para nós.
Paulo Aguiar (Rio de Janeiro, RJ)

Vá em paz, Quino. E obrigada por nos manter com olhar sempre crítico para o mundo.
Maria Lúcia Cocato (São Paulo, SP)


Eleição nos EUA
"'Você vai calar a boca', diz Biden em primeiro debate com Trump" (Mundo, 30/9). Estamos num momento tão complicado quanto em 1929 e em 1939. Os problemas são imensos, mas o sistema criou o ciclo de debates dos candidatos no qual deveriam abordar questões fundamentais. Os marqueteiros, porém, os transformaram num circo eleitoral, como se a vida fosse uma brincadeira sem finalidade. E as elites deixam como está, engrossando a polarização.
Benedicto Dutra (São Paulo, SP)

Trump e Biden durante o debate - Brian Snyder/Reuters


O outro daqui bem que poderia imitar seu ídolo e participar de debates no futuro. Seria engraçado... Suas ideias para a economia: desligar o aquecedor da piscina; para a segurança: arminha com os dedos; para a saúde: cloroquina grátis; para o trabalho: botar todo mundo para trabalhar a partir dos dez anos; para a educação: que é isso?
José Freitas (Salvador, BA)

*

Se Biden continuar caindo nas artimanhas enlameadas de Trump, este será reeleito. E aí teremos novamente um zero puxando a reeleição de outro, que é o nosso trumpezinho das bananas. Não poderia ser pior.
Alex Sgobin (Campinas, SP)


Ciência
"Brasileiros são os que menos confiam em cientistas, indica estudo de centro americano" (Ciência, 30/9). Estamos pagando pelo descaso com a educação, minuciosamente planejado pelos donos da verdade e do poder e que já dura mais de 500 anos. Melhor fazer leis de proteção a cães e gatos para disfarçar toda a criminalidade praticada contra os humanos. Uma patifaria generalizada, financiada por interesses nada confessáveis.
Jonas Lachini (Belo Horizonte, MG)

*

Tanto isso é verdade que foi eleito esse figurante para o Palácio do Planalto. As pessoas não acreditam porque desconhecem, não fazem a menor ideia do que é a ciência nem para que serve. Prova viva de que falta muito investimento em educação.
Rosangela Silvestrin (Farroupilha, RS)

*

Se não fossem os cientistas, o Brasil ainda estaria na era pré-história.
Paolo Valerio Caporuscio (São Paulo, SP)

*

E ainda entregam tudo o que têm para as igrejas evangélicas. E o governo faz de tudo para que aquelas instituições não paguem impostos.
José Joacir dos Santos (Porto Alegre, RS)


Belo Monte
Sobre a menção à UHE Belo Monte no artigo "A desproteção das terras e o genocídio dos povos indígenas" (Tendências / Debates, 30/9), a Norte Energia esclarece que cumpre rigorosamente os compromissos do licenciamento ambiental da usina. Das 11 Unidades de Proteção Territoriais previstas, 8 já estão em operação. As demais encontram-se pendentes de instalação por questões de segurança nas terras indígenas, fato reconhecido e tratado junto à Funai.
Luciana Soares, superintendente de Comunicação da Norte Energia (Brasília, DF)


Saúde
A Secretaria Municipal da Saúde repudia a parcialidade da repórter Patrícia Pasquini ao acusar a gestão Covas de "desmontar a Covisa". O texto é opinativo e induz os leitores da Folha a erro em relação à reorganização da Covisa. Debatida com servidores previamente, a iniciativa fortaleceu a atuação nos territórios, sobretudo nos bairros mais distantes do centro, que mais demandam serviços de saúde.
Marcus Sinval secretário especial de Comunicação da Prefeitura (São Paulo, SP)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.