Leitores comentam sobre possibilidade de vida em Vênus

Molécula detectada pode indicar vida microbiana extraterrestre

Vida extraterrestre

O fantástico da exploração espacial está na possibilidade de cenários novos já exaustivamente trabalhados na Terra. Um novo cenário para ciência está colocado. Não se sabe qual o mais fantástico. Acredito que com a expectativa de vida, mas não necessariamente ("Vida em Vênus?").

Décio Ceballos (São José dos Campos/SP)

O nível técnico da descoberta é muito grande para que os mortais comuns dimensionem a sua importância ("Molécula detectada em Vênus pode indicar vida microbiana extraterrestre").

Adilson Roberto Meneghelli (Porto Velho, RO)


Perdão a igrejas

O presidente sabe que não deve sancionar por razões óbvias, todavia transfere a responsabilidade para a bancada evangélica que está zero preocupada em quitar as dívidas das igrejas ou em fazer o ajuste fiscal ("'Se Deus quiser, vamos derrubar', diz líder da bancada evangélica sobre veto de Bolsonaro"). O apoio desse curral aos planos de Guedes só vai até a altura do bolso e do interesse econômico do empreendimento gospel.

Leonardo Ferreira Farias Cunha (Brasília, DF)

Todos os políticos, sem exceção, votam de acordo com os benefícios que podem auferir. Não querem nem saber quanto custa o estrago, são da filosofia, primeiro eu, segundo eu e depois, lá no final, se não houver outro jeito, o povo.

Maria Irene de Freitas (Rio de Janeiro, RJ)

*

Mais uma vez, Bolsonaro dá de goleada na mídia e na oposição. Ele veta, mas pede para o Legislativo derrubar. Aí, como fez com o auxílio na pandemia, ele vende ao povo que era contra as isenções e agrada a sua turma (os dirigentes das igrejas) com o perdão, enquanto tira das pessoas comuns direitos e benefícios sociais. E os mais pobres e a classe média, ingênuos, perdem e batem palmas ao "mito".

Talvanio Jose de Oliveira (Varginha, MG)

*

O Estado é laico. Qualquer ação em contrário é inconstitucional. Além disso, a anistia é amoral, uma vergonha. Cadeia para quem abusa da fé do povo. Incluso aí o presidente.

Lucia Caetano (São Paulo,SP)


Racismo

O racismo no Brasil é apenas mais uma das faces —a mais gritante— do controle da classe dominante sobre as demais, que tem suas raízes ainda nos tempos do Brasil-Império. E conta com a blindagem das políticas públicas protecionistas ao sistema financeiro, no qual suas fortunas estão muito eternamente bem guardadas ("Racismo não é esporte").

Gil Carlos Dias (Belo Horizonte, MG)

Neymar discute com Álvaro durante o clássico entre PSG e Olympique - Gonzalo Fuentes/Reuters

Não foi Neymar quem disse que não é negro? Neymar é imaturo, perpetuador de preconceitos e de baixo nível. Mesmo assim o racismo deve ser punido. Mesmo para quem como ele "não se sente negro" ("Espanhol acusado de racismo por Neymar já teve discussão com Messi").

Felipe Araújo Braga (Caieiras, SP)


Reforma política

O editorial "Estancar a sangria" lembra que "as práticas fraudulentas indicam verdadeiras deformações no sistema político brasileiro". Uma reforma política ampla é imprescindível para aperfeiçoamento do processo e garantir servidores qualificados nas funções de governo. Propostas dormem no Congresso porque o modelo atual oferece excesso de privilégios aos parlamentares.

Nelson Frederico Seiffert (Florianópolis, SC)


Reforma administrativa

É impressionante como a Folha e outros veículos estão ultrapassando todos os limites do bom senso para justificar políticas completamente surreais. Criar um título defendendo destruir o funcionalismo público e mostrar números grandes para chamar atenção é um atentado à inteligência do leitor ("Redução drástica no funcionalismo pode gerar economia de quase R$ 2 trilhões em 20 anos")

Rodrigo Nazareth Muniz (Rio de Janeiro, RJ)

Texto perfeito, a começar pelo título "Guedes, o açougueiro gourmet". Thiago Amparo, novamente, nos apresenta um artigo brilhante: análise cuidadosa e consistente dos nossos dias sombrios. Parabéns! Queremos mais.

Maria Celina Christiani (São Paulo, SP)

O governo fez um projeto de reforma administrativa e cabe ao Congresso discutir, aperfeiçoar etc. Simples assim . Por que Thiago Amparo, que só sabe criticar, não dá sugestões para os deputados melhorarem o projeto?

Jackson de Moura Ferro Silva (Itajaí,SC )

*

Sobre a reportagem "Salários vitalícios ainda beneficiam Judiciário e cargos nos estados", vitaliciedade é proteção constitucional concebida aos membros da magistratura e do MP para que atuem com independência, sem receio de contrariar interesses. Não há relação com benefícios previdenciários ou pensões vitalícias, previstas para cargos políticos e comissionados. Já a aposentadoria é concedida após longo período de contribuições, nada tendo a ver com as inconstitucionais pensões vitalícias às quais a matéria se refere.

Manoel Murrieta, presidente da Frentas (Frente Associativa da Magistratura e Ministério Público)


#UseAmarelo pela Democracia

Vista do pôr do sol no Posto 6, em Copacabana - Ronaldo Mota

Quando o astro rei também homenageia a democracia.

Ronaldo Mota (Rio de Janeiro, RJ)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.