Site do Departamento de estado dos EUA não faz fake news, ironiza leitor

Leitores comentam saída da Ford do país

True news
"Por minutos, site do Departamento de Estado dos EUA aponta que mandato de Trump acabou" (Mundo, 12/1). Esse site não fez fake news!
Marcelo Cioti (Atibaia, SP)

Advogado
O titular da pasta da Justiça, André Mendonça, é ministro ou advogado particular de Jair Bolsonaro ("Ministro da Justiça diz que vai requisitar inquérito policial para apurar textos de jornalistas", Poder, 11/1)?
Ronei Antônio Ferrari (Capivari, SP)


Fato
Fábricas encerram suas atividades; Banco do Brasil anuncia demissão em massa; média de mortos por Covid atinge mil por dia; serviços de saúde em colapso; incertezas sobre a vacinação; Bolsonaro comemora aumento de 90% nas vendas de armas e quer mais. E agora um projeto de lei que subordina as polícias estaduais ao governo federal ("Ultradireita se prepara para 2022", Opinião, 12/1). Dizer que Bolsonaro, às claras e à vista de todos, prepara o ambiente para um golpe é conjectura ou fato?
Dorivaldo Salles de Oliveira (São Paulo, SP)


Ford
O vice-presidente da República critica a Ford, que vai fechar suas fábricas no Brasil e demitir 5.000 pessoas ("Ford ganhou bastante dinheiro no Brasil e poderia ter retardado saída, diz Mourão", Mercado, 12/1). No entanto se cala quando o Banco do Brasil, controlado pelo governo, para aumentar seus lucros, vai fechar 361 unidades, pretendendo extinguir também 5.000 postos de trabalho. E, neste caso, poderia interferir e salvar esses empregos, em um momento tão difícil do mercado de trabalho.
Luiz Felipe Pupe de Miranda (Rio de Janeiro, RJ)

*

Do jeito que as coisas andam, a Argentina vai torcer pela reeleição de Jair Bolsonaro.
Paulo Bittar (São Paulo, SP)


Polícias
"Autonomia policial acende sinal amarelo sobre golpismo de Bolsonaro em 2022" (Cotidiano, 11/1). Precisamos fazer barulho a respeito dessa manobra torpe para cooptar apoio para um golpe. Que a ocorrência recente nos EUA sirva de exemplo. O Congresso só vai levar a sério o que está acontecendo quando as milícias pararem a sua porta para fechá-lo, mas aí já será tarde. Esse criminoso precisa sair do governo imediatamente.
Marcelo Silva (São Paulo, SP)


Forças Armadas
As Forças Armadas diminuem de tamanho a cada dia. Com milhares de boquinhas no governo fascista de Bolsonaro, aliado de milícias criminosas, os fardados vão sendo arrastados para a aventura golpista do capitão.
José Bonato (Ribeirão Preto, SP)


Delírio quixotesco
"Ministério da Saúde pressiona Manaus e diz ser 'inadmissível' não usar cloroquina contra Covid-19" (Painel, 12/1). Nos meus delírios quixotescos, sonho que o nome do Ministério da Saúde foi alterado para Mimisterii dos Milicianos Bolsonaristas, com a proteção da PGR e dos senadores e deputados do PP.
Mauro Tadeu A. Moraes (São Paulo, SP)

Charlatanismo puro e simples, essa é a resposta de um governo incompetente e irresponsável a uma epidemia que já custou a vida de 200 mil brasileiros. Quanto ao "gênio da logística", se ele é um retrato do nosso generalato, sairia mais barato suprimir as Forças Armadas e contratar a Legião Estrangeira.
Hernandez Piras Batista (São Paulo, SP)

*

O milico interventor do Ministério da Saúde quer passar por cima da ciência para desovar os estoques de cloroquina comprados indevidamente com dinheiro público só para satisfazer os devaneios do tenente seu chefe. E essas "rondas" nas unidades de saúde dos estados são de um autoritarismo fascista.
Luiz Leal (Florianópolis, SC)

*

Por que o Conselho Federal de Medicina não processa o presidente Bolsonaro por charlatanismo e por exercício ilegal da profissão ao receitar medicamentos não indicados para combater a Covid? Por que o CFM não cassa o registro dos médicos que receitam o medicamento inadequado, que não tem comprovação cientifica para combater a covid? Estão esperando o quê? Mais mortes?
Regina Cutin (São Paulo, SP)


Boulos
Li a coluna da Guilherme Boulos e gostei ("2021", Opinião, 12/1). Diagnóstico perfeito. Aponta soluções e fala o que se ouve nas ruas. Seja bem-vindo aqui em casa.
Luiz Simões Berthoud (Tremembé, SP)

*

Artigo verdadeiro. Mas há um fato muito importante que faltou: não temos de onde tirar um novo auxilio emergencial. Não nos esqueçamos de que o primeiro custou aumento da dívida e um aumento de cerca de 20% no preço dos produtos. Diminuir o tamanho do governo; acabar com privilégios do funcionalismo; diminuir impostos; acabar com muitos direitos trabalhistas. Esse é o caminho...
Oswaldo Schmitt (Curitiba, PR)


Ruy Castro
Correta a manifestação da OAB ao considerar como intimidação à imprensa e atentado à liberdade de expressão a atitude do governo ao pedir abertura de inquérito contra Ruy Castro. O colunista não cometeu o crime de "induzir alguém a suicidar-se", até porque suicídio é ato de coragem, qualidade que nem Trump nem Bolsonaro possuem.
Lauro Malheiros Filho (São Paulo, SP)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.