Discurso de Bolsonaro na Cúpula do Clima é comentado por leitores

Leitores comentam edição azul da Folha

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Clima
Bolsonaro, na Cúpula do Clima, com seu discurso tardio e suspeito, quis convencer a comunidade internacional de que se tornou uma espécie de são Francisco de Assis, padroeiro da ecologia, não encarnando mais Jason Voorhees, personagem da série "Sexta-Feira 13", com uma enorme motosserra, ávido por desmatar e acabar com a vida. Quem acredita ("Discurso de Bolsonaro não reflete ações do governo", Mundo, 22/4)?
Túllio Marco Soares Carvalho (Belo Horizonte, MG)

Charge Claudio Mor sobre discurso de Bolsonaro na Cúpula do Clima publicada no dia 23 de abril de 2021.
Charge de Claudio Mor sobre discurso de Bolsonaro na Cúpula do Clima em 22/4 - Folhapress

"Escanteado por Biden, Bolsonaro usa até gravata verde para pedir dinheiro aos países ricos" (Mundo, 22/4). Quem destruiu o Brasil no exterior não foi Bolsonaro. Foi o ativismo da imprensa subversiva e da esquerda raivosa, que não pouparam esforços para correr o mundo falando mal do país.
Luciano Napoleão de Souza (Barroso, MG)

Bolsonaro é visto como um pária e comporta-se como tal. Mas Joe Biden foi deseducado ao se retirar durante a fala do brasileiro. Se o que se faz aqui é tão fundamental para a saúde planetária, ele deveria mais do que qualquer outro estar presente para ouvir o que o coleguinha tinha a dizer.
Marisa Coan (São Caetano do Sul, SP

Esse presidente quer tratar o mundo da mesma forma como um miliciano trata um pequeno comerciante ou um morador de comunidade como Rio das Pedras, reduto de Queiroz e de outros amigos próximos dessa turma.
Jorge Mendes (São Paulo, SP)

"Discurso de Bolsonaro não reflete ações do governo; veja checagens e contextualizações" (Mundo, 22/4). Triste engano o de Bolsonaro pensar que a Cúpula do Clima é formada por um bando de alienados, como são seus eleitores. Seu discurso trouxe um monte de incoerências, visto que o que ele e o seu ministro do Meio Ambiente agem totalmente ao contrário.
Arnaldo dos Santos Pedroso (Barbalha, CE)

Tudo o que Bolsonaro apresentou como feitos do Brasil na área ambiental são heranças de administrações anteriores, pessoas que lutaram para cumprir a Constituição de 1988. E Bolsonaro ainda tem a cara de pau de "assumir" compromissos para 2050, ou seja, está se considerando imortal.
Felicio Antonio Siqueira Filho (São José do Rio Preto, SP)

Interessante, vai acabar com o desmatamento ilegal na Amazonia, legalizando as areas hoje ilegais, assim com certeza vai acabar com desmatamento ilegal.
Cláudia Regina (Sorocaba, SP)


Cuba
No editorial sobre Cuba ("Nuances da ditadura", 22/4), poderia ter sido ao menos citado o quanto os embargos econômicos impostos pelos Estados Unidos prejudicam as populações desses países.
José Dieguez (São Paulo, SP)


Moro
Tenho vergonha alheia quando vejo autoridades do Judiciário votarem para manter a decisão que declarou Sergio Moro suspeito no julgamento de Lula. Uma decisão estarrecedora, no pior sentido do termo. Só para dizer o mínimo ("Supremo forma maioria para confirmar decisão que declarou Moro parcial em caso de Lula", Poder, 22/4).
Maria Elisa Amaral (São Paulo, SP)


Folha
"Folha ultrapassa marca de 350 mil em circulação paga" (Poder, 21/4). Quando, nos anos 80, preconizei a iminente perda de liderança de O Estado de S. Paulo para a Folha, muita gente daquele jornal considerou uma quimera. Ainda tenho muito respeito e carinho pelo Estadão, porém, em termos mercadológicos, dá para notar que ele parou no tempo, assoberbou-se de sua liderança e dormiu em berço esplêndido. Enquanto isso, a Folha fez a coisa certa e agora colhe os doces frutos do sucesso.
João Pinheiro (São Paulo, SP)

Parabéns pela linda edição azul de hoje! Grande ideia.
Abaetê Azevedo (Barueri, SP)


Ridículo e despropositado colorir as páginas o jornal de azul. Amanhã pode vir o rosa, o amarelo, sabe-se mais qual absurdo. Um desrespeito com o leitor. Irritante!
Álvaro de Almeida Caparica (Goiânia, GO)

Que delícia ler a Folha com o relaxante fundo azul. Sugiro que na próxima campanha o jornal adote o fundo verde-amarelo até que tenhamos o nosso Brasil retirado das mãos desses incompetentes e genocidas. Assim como nas Diretas, mais uma vez a Folha será vanguarda.
João Alberto Bruning (Curitiba, PR)


Lula, Gleisi e o clima
A política ambiental do governo Bolsonaro é um desastre. Salles é um facínora nefasto. Mas não devemos perder o contato com a realidade. Nunca se desmatou tanto como durante o governo do Lula.
Peter Janos Wechsler (São Paulo, SP)

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.