Descrição de chapéu Café da Manhã

Após prisão de suspeitos de matar Marielle, polícia não descarta mandante

PM reformado Ronnie Lessa e ex-PM Élcio Vieira de Queiroz foram presos

São Paulo

A polícia do Rio prendeu, nesta terça-feira (12) dois acusados de assassinar a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, no centro da capital fluminense.

Policiais da Delegacia de Homicídios e integrantes do Ministério Público do Rio cumpriram mandados de prisão em endereços dos suspeitos: o policial militar reformado Ronnie Lessa, 48, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, 46. Ambos negam participação no crime.

Segundo a denúncia, Lessa disparou os tiros que mataram Marielle, e Queiroz dirigiu o carro que interceptou a vereadora, de onde partiram os disparos.

O delegado titular da Delegacia de Homicídios do Rio, Giniton Lages, disse em entrevista coletiva que as investigações do caso, prestes a completar um ano, ainda estão no início. Mas a segunda fase já foi deflagrada, com a expedição de ao menos 34 mandados de busca e apreensão que visam determinar se há mandantes para o crime e qual a motivação exata do assassinato.

Segundo a investigação, Lessa fez inúmeras as buscas sobre a vereadora, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) e a esposa dele antes do assassinato. Procurou também (ainda que em menores quantidades) informações sobre o general Richard Nunes, secretário de Segurança durante a intervenção federal no Rio, delegados e outras autoridades.

A “obsessão” por personalidades da esquerda foi o que levou a promotoria a adicionar à acusação de homicídio uma agravante de “motivo torpe”, ou seja, imoral. 

A Anistia Internacional, que luta pela defesa dos direitos humanos, se manifestou sobre as prisões, dizendo que elas foram apenas um nó desatado em meio a um universo com “muitas perguntas ainda não respondidas.” A principal delas: onde está o mandante dos assassinatos?

O Café da Manhã desta quarta é sobre a investigação desse crime. Participam deste episódio os repórteres Ana Luiza  Albuquerque, Lucas Vettorazzo e  Anna Virginia Balloussier.

Ouça o episódio:  

O programa em áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. Para ouvir, basta se cadastrar gratuitamente no aplicativo.

 Os episódios do Café da Manhã vão ao ar de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia, a partir das 6h.

O podcast apresentado pelos jornalistas Rodrigo Vizeu e Magê Flores conta com a participação de Emilio Sant'Anna neste episódio.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.