Descrição de chapéu Café da Manhã

O que estrangeiros que vivem no Brasil têm a dizer? Ouça podcast

Repórter que capitaneou o projeto 'imigrantes de sp' conta sobre relatos ouvidos

São Paulo

Imigração é um assunto cada vez mais comum, seja mundialmente, com a crise de refugiados na Europa, ou mesmo no Brasil, com os fluxos recentes vindos de Haiti e Venezuela. Entre 2016 e 2017, o número de imigrantes e refugiados por aqui dobrou, somando mais de 148 mil pessoas.

A população brasileira é formada por 0,4% de imigrantes. O número é muito diferente da impressão que se tem da presença de estrangeiros. Uma pesquisa do Instituto Ipsos, baseada na percepção dos entrevistados, mostrou que o palpite médio dos brasileiros é de que 30% de nossa população é imigrante.

E quem são essas pessoas? O que as trouxe ao Brasil e o que pensam sobre o país? 

A repórter Flávia Mantovani capitaneou o projeto “imigrantes de sp”, com depoimentos de estrangeiros que vivem em São Paulo, principal destino de imigrantes no Brasil. Vindos de todos os continentes com as mais diversas motivações, eles compartilharam suas vivências e sua visão sobre a cidade, o país e os brasileiros. Neste episódio do Café da Manhã, ela conta sobre o projeto e esses relatos.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia.

O programa é conduzido pelos jornalistas Rodrigo Vizeu e Magê Flores e tem edição de som de Thomé Granemann.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.