Descrição de chapéu Café da Manhã

Quem são os refugiados do clima? Ouça podcast

Fenômenos climáticos têm tido papel cada vez mais importante nas ondas migratórias mundiais

São Paulo

Há anos refugiados viraram um tema recorrente no noticiário. A guerra civil da Síria, que começou em 2011, fez com que mais de 5,6 milhões de pessoas fugissem do país. Na América Latina, a crise política e econômica na Venezuela levou mais de 4 milhões de pessoas a procurar melhores condições de vida em outros lugares.

Mas os motivos que levam as pessoas a deixar suas casas e seguir para outros países não se resumem a conflitos e crises econômicas. Os fenômenos climáticos têm tido um papel cada vez mais importante nas ondas migratórias em todo o mundo. E com as mudanças climáticas e o consequente aumento de eventos climáticos extremos, como furacões ou grandes secas, a tendência é de agravamento da situação. 

A produtora do Café da Manhã, Jéssica Maes, apresenta o episódio sobre o assunto e entrevista Pablo Escribano, especialista regional na América Latina sobre migração climática da Organização Internacional para as Migrações, Carolina Claro, professora do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília, e Carlos Nobre, pesquisador do Instituto de Estudos Avançados da USP (Universidade de São Pualo).

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia.

O episódio é conduzido pelos jornalistas Rodrigo Vizeu e Magê Flores, com produção de Jéssica Maes e edição de som de Thomé Granemann. 

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.