Descrição de chapéu 40 Semanas

O relato do parto de uma mãe de 18 anos em um hospital público; ouça

Ao podcast 40 Semanas, jovem relembrou saga para conseguir ser admita em maternidade

São Paulo

Chegou a vez de Raízia, a mais nova das protagonistas do podcast 40 Semanas entrar em trabalho de parto.

Durante a gestação, a jovem relatou diversos problemas de saúde e preconceitos por ser jovem e negra. O término do relacionamento com o pai da bebê também influenciou boa parte da gestação.

No dia que era para ser um dos mais felizes para ela, Raízia relatou ter sofrido violência obstétrica no hospital.

Aqui no Brasil, um levantamento da Fundação Perseu Abramo aponta que violência obstétrica atinge uma em cada quatro mulheres brasileiras. As agressões, no entanto, são ainda maiores quanto há um recorte racial.

Mulheres negras têm mais chances de terem atendimento negado, peregrinar até achar uma maternidade, serem impedidas de ter acompanhante durante o parto, não receberem anestesia para alívio da dor e ouvirem diferentes agressões verbais.

Renan Sukevicius e Melina Cardoso, do Blog Maternar, acompanham três mulheres grávidas ao longo de 40 semanas, que é o tempo médio de uma gravidez.

Como num reality show em áudio, eles debatem a cada episódio um assunto diferente pautado pelas três personagens principais e pelas angústias, medos e alegrias vividas por mães mundo afora.

Publicado semanalmente, o 40 Semanas está disponível no site da Folha e em todas as plataformas que disponibilizam podcast, como Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google Podcasts, Castbox, Pocket Casts, Stitcher e TuneIn, entre outras. Em aplicativos, o usuário pode assinar —sem qualquer custo— o podcast, passando assim a receber notificações quando novos episódios são publicados.

logotipo podcast 40 Semanas
Podcast semanal da Folha trata de gestação - Editoria de Arte
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.