Descrição de chapéu Café da Manhã datafolha

O cenário desenhado pelo Datafolha a menos de um ano da eleição; ouça podcast

Pesquisa divulgada nesta quinta mostra possível vitória em primeiro turno de Lula

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A nova pesquisa Datafolha sobre as eleições de 2022 divulgada nesta quinta-feira (16) mostrou que o ex-presidente Lula (PT) lidera a corrida presidencial com folga, com 47% das intenções de voto. Esse índice poderia garantir a vitória do petista no primeiro turno.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo lugar, com 21% dos votos, seguido de Sérgio Moro (Podemos), com 9%, Ciro Gomes (PDT), com 7%, e João Doria (PSDB), com 3%. No segundo turno, Lula bate todos os concorrentes, enquanto Bolsonaro perde para todos eles.

Quando o Datafolha perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum, 60% responderam Bolsonaro. A rejeição a Lula ficou em 34%, o mesmo índice de João Doria. Não votam em Moro 30% e em Ciro 26%.

No episódio desta sexta-feira (17), o Café da Manhã conversa com o repórter Igor Gielow, que analisa os números da última pesquisa e o cenário político atual.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é apresentado pelos jornalistas Bruno Boghossian e Magê Flores, com produção de Jéssica Maes, Laila Mouallem e Victor Lacombe. A edição de som é de Natália Silva e Thomé Granemann.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.