Descrição de chapéu Eleições 2018 jair bolsonaro

Bolsonaro é um Dorflex, vai ganhar a eleição, diz Nizan

Publicitário afirma discordar das ideias de Bolsonaro, mas enxergar o seu potencial nas urnas

Thais Bilenky
São Paulo

O publicitário Nizan Guanaes, um dos mais badalados do país, aposta que o deputado Jair Bolsonaro (PSL) vai ganhar a eleição presidencial deste ano.

Após participar de debate dos jornais Financial Times e Valor Econômico, em São Paulo, nesta terça-feira (13), ele disse à Folha que discorda das ideias do presidenciável, mas enxerga o seu potencial nas urnas.

“Eu não sou Bolsonaro. Eu acho que vai ganhar. Do jeito que as coisas estão caminhando, ele é um fortíssimo candidato. Porque ele tem uma conexão, está trazendo, ao meu ver, respostas operísticas para demandas da população”, disse.

Nizan Guanaes gesticulando
O publicitário Nizan Guanaes durante o 2º Encontro Folha de Jornalismo - Bruno Santos - 20.fev.2018/ Folhapress

Para ele, enquanto candidatos mais moderados se digladiam por apoio de partidos em busca de maior tempo de televisão, Bolsonaro corre por fora.

“É uma campanha que anda morna e você tem uma população que está irritada, que está enlouquecida com o crime, aí tem a desilusão. Bolsonaro é o Dorflex, é uma solução para a sua dor”, definiu o publicitário.

Nizan disse que tempo de TV “é uma conversa antiga”. “Ele tem tempo digital. Ele tem 34% no Acre. De onde veio esse cara no Acre?”, questionou.

O publicitário reforçou que fala tecnicamente, como especialista do ramo da comunicação. “Não é uma conversa política, senão amanhã vou sair tomando porrada da Folha.”

Próximo ao ex-presidente americano Bill Clinton, do Partido Democrata, e sua mulher, Hillary Clinton, que era considerada favorita, mas perdeu a eleição presidencial americana, em 2016, o publicitário comparou Bolsonaro ao vencedor daquela disputa, Donald Trump.

"Muita gente descartava a candidatura Trump, achava impossível ele ser eleito. Mas ele foi avançando com uma campanha muito focada e eficiente. Causou surpresa ao vencer as prévias republicanas e causou surpresa maior ainda quando ganhou a eleição. Eu era Hillary [Clinton, do Partido Democrata] e desprezei Trump. Do jeito que as coisas estão, Bolsonaro pode surpreender também."

Nizan negou que pense em se candidatar a deputado federal. “Isso é um fake news [notícia falsa]”, respondeu.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.