Descrição de chapéu Eleições 2018

Alckmin vai procurar tucanos de MG para discutir situação de Aécio

Presidenciável disse que senador não deveria disputar eleição sendo réu no STF por corrupção 

Daniel Carvalho
Brasília

 O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) vai procurar nesta quinta-feira (19) parlamentares tucanos de Minas Gerais para discutir os efeitos que sua campanha à Presidência da República sofrerá depois que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) se tornou réu no STF (Supremo Tribunal Federal).

A conversa, que deve ser por telefone, ainda não vai contemplar Aécio. Alckmin quer esperar a temperatura baixar para conversar com o senador mineiro.

Nesta quarta (18), o pré-candidato ao Palácio do Planalto afirmou que Aécio, réu acusado de corrupção e obstrução de Justiça, não deveria disputar a eleição deste ano.

À Folha, Aécio rebateu Alckmin e respondeu sugerindo que a decisão não compete a ele, mas aos seus correligionários de Minas.

Os mineiros temem que, caso Aécio mantenha a intenção de disputar algum cargo, comprometam a candidatura do senador Antonio Anastasia ao governo de Minas Gerais.

Anastasia está no Japão acompanhando o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE) e só retorna ao Brasil no fim de semana.

AGENDA

Depois de passar o dia em São Paulo, Alckmin foi a Brasília no início desta noite para participar de um jantar na casa do deputado Fábio Faria (PSD-RN) promovido pelo PSD com seus parlamentares da região Nordeste.

Um jantar semelhante a este já foi realizado com parlamentares das regiões Sul e Sudeste.

O partido do ministro Gilberto Kassab (Comunicações) terá alianças com o PSDB em praticamente todos os estados nordestinos, exceto Bahia e Sergipe, onde a coligação é com o PT.

Para o líder do PSD na Câmara, Domingos Neto (CE), o trunfo da candidatura de Alckmin é a estrutura partidária robusta que tem o PSDB.

O estado do deputado trabalha com a expectativa de que o senador Tasso Jereissati aceite disputar o governo do Ceará.

O primeiro estado nordestino que Alckmin deverá visitar é o Maranhão. Ele vai a São Luís em 5 de maio para a inauguração da sede do PSDB local.

Antes disso, Alckmin terá agenda em Ribeirão Preto (SP), Uberaba (MG) e no Espírito Santo.

Na segunda-feira (23), ele terá uma reunião em São Paulo para definir o cronograma de viagens.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.