Novo confirma que não irá lançar Bernardinho ao governo do Rio

Ex-técnico da seleção brasileira de vôlei atuará por candidaturas ao legislativo do partido

São Paulo

O Partido Novo anunciou, nesta quarta (2), que não irá lançar o técnico de vôlei Bernardinho como candidato ao governo do Rio.

O ex-treinador da seleção brasileira de vôlei era cotado para assumir a vaga na disputa ao Palácio do Guanabara. Segundo a legenda, ele não concorrerá a nenhum cargo, mas atuará como embaixador do partido.

Em abril, Bernardinho disse no Fórum da Liberdade, em Porto Alegre, que duvidava de sua capacidade para a disputa eleitoral: "Eu vejo pessoas muito mais preparadas do que eu. Tenho visto quão pouco eu sei. Tem tanta gente competente".

 

Em nota, o Novo diz que tinha a expectativa de contar com a candidatura de Bernardinho, mas sabia que lançá-lo dependeria de uma decisão pessoal. A família do treinador se opunha à participação dele na eleição.

"Bernardinho estará na linha de frente de um dos grandes objetivos do Novo nas eleições deste ano: o de eleger uma bancada de expressão no Congresso Nacional", afirma a sigla.

Na função, o técnico viajará por 19 Estados em que o partido terá candidatos, participando de eventos e palestras. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.