Descrição de chapéu Eleições 2018

PT é a única grande sigla a não assinar acordo contra notícias falsas

Documento elaborado pelo TSE conta com a adesão de 29 partidos

São Paulo

O PT é o único grande partido que ainda não assinou documento de não proliferação de notícias falsas, elaborado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) há um mês e meio, no dia 5 de junho.

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, durante reunião do partido em Curitiba (PR)
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, durante reunião do partido em Curitiba (PR) - Zanone Fraissat-9.abr.18/Folhapress

O documento foi firmado pelo presidente do TSE, ministro Luiz Fux, inicialmente com dez partidos. Hoje, o acordo conta com a adesão de 29 siglas. O objetivo é a manutenção de um ambiente eleitoral imune de disseminação de notícias falsas.

Pelos termos do acordo, os partidos signatários “se comprometem a manter o ambiente de higidez informacional, de sorte a reprovar qualquer prática ou expediente referente à utilização de conteúdo falso no próximo pleito".

Segundo o PT, é papel da Justiça Eleitoral o cumprimento da Constituição, sem depender de qualquer termo de compromisso.

“O PT é o partido que mais se empenha no combate às notícias falsas porque desde sua fundação é alvo de mentiras na imprensa e de forma sistemática no submundo das redes sociais”, disse o secretário nacional de comunicação do PT, Carlos Henrique Árabe.

Outras siglas que ainda não assinaram o documento são: PCO, PMB, PSTU, PTC e Podemos.

Além do acordo com os partidos políticos, Luiz Fux assinou em junho memorando com as empresas Google e Facebook, que se comprometeram a combater “a desinformação gerada por terceiros”.

As eleições de 2018 acontecem no mês de outubro, em dois turnos, nos dias 7 e 28. Além de presidente e governador, eleitores votarão para deputado federal, deputado estadual, primeira vaga de senador e segunda vaga de senador. 

 

PRÓXIMAS DATAS DAS ELEIÇÕES

De 20.7 a 5.ago 
Período para convenções para a escolha dos candidatos

15.ago
Último dia para os partidos e coligações pedirem o registro de candidaturas à Justiça Eleitoral. O TSE receberá o requerimento de candidatos a presidente e vice-presidente da República, e os tribunais regionais eleitorais (TREs) o requerimento de candidatos a governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual ou distrital.

16.ago
Passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na internet (desde que não paga), entre outras formas

31.ago
Começa a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão

4.out
Fim da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão e último dia para debates nesses meios

7.out
Primeiro turno das eleições, com votação realizada das 8h às 17h (horário local). A partir das 17h começa a emissão dos boletins de urna e tem início a apuração e a totalização dos resultados

12.out
Recomeça, para o segundo turno, a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão

28.out
Segundo turno das eleições 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.