Não há evidências de que Lula tenha fortuna em Luxemburgo

Diferentemente do que diz texto de fake news, não existe registros na imprensa internacional sobre o assunto

São Paulo

A informação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é dono de uma poupança de US$ 108 milhões depositada em Luxemburgo circula na internet desde 2016 e, por causa das eleições de 2018, ganhou impulso nas últimas semanas, mas não existe nenhuma evidência que comprove a sua veracidade.

O petista, que está preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde abril, é candidato do partido à Presidência e declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter patrimônio de R$ 8 milhões --valor que representa quase dez vezes o montante de seu último informe eleitoral de bens, em 2006, ano em que disputou a reeleição.

Publicado com o título "Imprensa internacional desmascara LULA e divulga poupança de U$ 108 milhões em Luxemburgo, caiu a casa de vez!", o texto não cita nenhum meio de comunicação internacional que teria veiculado a informação. Por pesquisa própria, o Comprova, coalizão de 24 organizações de mídia brasileiras, dentre elas a Folha, que visa identificar, checar e combater rumores, manipulações e notícias falsas sobre as eleições de 2018, também não encontrou registros do caso na imprensa nacional e estrangeira. 

Lula é alvo de investigações do Ministério Público Federal no Paraná, em São Paulo e no Distrito Federal, mas nenhuma delas envolve dinheiro depositado em Luxemburgo. A Procuradoria-Geral da República e o Ministério Público Federal nas três unidades federativas disseram que não há investigações em andamento sobre este caso.

O Comprova também procurou o Ministério da Justiça, que conta com o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional. Em nota, o órgão afirmou que o departamento, “enquanto Autoridade Central para a Cooperação Jurídica Internacional, não pode se manifestar sobre casos concretos que eventualmente estejam em trâmite”. A Polícia Federal também não comenta sobre casos que eventualmente estejam sob investigação, mesmo que eles não existam.

Ao Comprova, o governo de Luxemburgo disse não ter conhecimento sobre tais alegações. Também em nota, a assessoria do ex-presidente afirmou que Lula não possui nenhuma conta no exterior. "Todos os bens e contas do ex-presidente e sua família já foram devassados pela Operação Lava Jato", disse.

A versão mais antiga dessa informação foi publicada no dia 1º de outubro de 2016 pelo blog "SOFÁ 'DI' POBRE". O Comprova entrou em contato com o autor da página, mas ainda não obteve resposta.

Republicada em 4 de agosto pelo site "SeDeusQuiser.net", a informação foi difundida na rede por páginas e grupos do Facebook, como "Pelo Amor de Deus", "Somos Todos Sérgio Moro" e "Grupo Olavo de Carvalho" e alcançou mais de 10 mil interações. Nenhum dos sites apresentou nenhuma fonte que comprove a veracidade da informação. 

O site Boatos.org em 4 de outubro de 2016 já havia verificado a informação de que o ex-presidente era dono de uma conta de 108 milhões, nesse caso em reais, em Luxemburgo.


MANUAL PARA NÃO PROPAGAR FAKE NEWS

Busque a fonte original;

Faça uma busca na internet: muitos casos já foram desmentidos;

Cheque a data: a "novidade" pode ser antiga;

Leia a notícia inteira;

Cheque o histórico de quem publicou;

Se a notícia não tem fonte, não repasse.

Participaram da apuração deste texto os veículos UOL, AFP e Poder360, que integram o Comprova, projeto que visa identificar, checar e combater rumores, manipulações e notícias falsas sobre as eleições de 2018. É possível sugerir checagens pelo WhatsApp da iniciativa, no número (11) 97795-0022.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.