Descrição de chapéu Eleições 2018

Estagnação de Alckmin causa troca de farpas pública no PSDB

Deputado tucano critica senador do PSDB por contestar estratégia de presidenciável

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e o deputado Marcus Pestana (PSDB) em ato pela união do centro, em junho - Diego Padgurschi -28.jun.2018/Folhapress
Thais Bilenky
São Paulo

Em meio à tensão na campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) pelo desempenho pífio nas pesquisas, tucanos trocam farpas publicamente.

O deputado federal Marcus Pestana (PSDB-MG) criticou o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) por contestar, em entrevista à Folha, a estratégia de Alckmin de atacar Jair Bolsonaro (PSL) e não apenas o PT.

"O senador Cassio está absolutamente equivocado, talvez porque tenha deixado na Paraíba se consolidar a polarização entre os extremos, que cristaliza uma ruptura do tecido social e político brasileiro", disse Pestana.  "Esse não é o momento de DRs [discussão de relacionamento] públicas."

"Creio que o senador Cassio está se rendendo ao maniqueísmo e se associando a um dos campos. Ao invés de criticar publicamente, ele deveria receber lá na Paraíba o nosso candidato Geraldo Alckmin."

Pestana concorda com o posicionamento do presidenciável tucano de "polemizar tanto com a extrema direita quanto com a extrema esquerda". 

"Nós temos o dever de alertar a população dos riscos que estão sendo corridos."

Cunha Lima disse  que o PSDB “não pode cometer o erro de achar que tem a fidelidade absoluta” do eleitorado tucano e que precisa recuperar o apoio de eleitores antipetistas, hoje com o capitão reformado.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.