Datafolha mostra que Zema abre vantagem com 71% contra 29% de Anastasia em MG

Candidato do Novo bate o do PSDB entre eleitores de Bolsonaro (PSL) e Haddad (PT)

Carolina Linhares
Belo Horizonte

A primeira pesquisa referente ao segundo turno das eleição em Minas Gerais mostra que o empresário Romeu Zema (Novo) lidera com 71% dos votos válidos. A vantagem sobre o senador Antonio Anastasia (PSDB) é ampla ---o tucano tem 29%. 

No primeiro turno, Zema chegou à frente, com 43% dos votos válidos contra 29% de Anastasia. 

Na contagem dos votos válidos são excluídos os votos em branco ou nulos e os indecisos, é assim que a Justiça Eleitoral contabiliza e divulga o resultado oficial da eleição. 

Considerando o total de votos, Zema tem 58% das intenções de voto e Anastasia, 24%. Brancos e nulos somam 10% e indecisos, 9%. 

A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi feita nos dias 17 e 18 de outubro com 1.473 pessoas em 73 cidades. 

Zema conquistou mais eleitores do governador Fernando Pimentel (PT), terceiro colocado. O PT se manteve neutro na disputa em Minas no segundo turno. Entre os que votaram no petista no primeiro turno, 66% declararam voto no empresário e 34% no tucano. 

O candidato do Novo também lidera tanto entre eleitores de Jair Bolsonaro (PSL) como entre eleitores de Fernando Haddad (PT) em Minas. 

Zema conquistou 72% e Anastasia 28% dos apoiadores de Bolsonaro. Entre apoiadores de Haddad, Zema tem 67% da preferência e Anastasia, 33%. 

Romeu Zema, candidato do partido Novo
Romeu Zema, candidato do partido Novo - Carolina Abreu - 07.out.2018/Divulgação

Boa parte do eleitorado do tucano também foi arrebanhado pelo Novo. Entre as pessoas que têm o PSDB como partido de preferência, 48% declararam voto em Zema e 52% em Anastasia. O empresário também vence entre quem prefere o PT e entre quem prefere o PSL.

E 37% dos que votaram em Anastasia no primeiro turno, declararam voto em Zema no segundo. 

No sentido contrário, entre aqueles que votaram em Zema no primeiro turno, 9% migraram para Anastasia.

O empresário lidera em todos os segmentos sociodemográficos e tem melhor desempenho no interior do que na capital e entre os municípios médios e pequenos do que entre os com mais de 500 mil habitantes. 

Zema também vence tanto entre católicos, como entre evangélicos. 

A pesquisa foi contratada pela Folha e TV Globo e foi registrada no TSE com o número MG-07552/2018.

DECISÃO

Três em cada dez eleitores mineiros (29%) declararam que decidiram o voto para governador no fim de semana da eleição, desses, 11% decidiram na véspera e 18% no dia da eleição. 

Uma parcela de 16% decidiu o voto para governador uma semana antes da eleição; 14%, 15 dias antes da eleição e 42% pelo menos um mês antes do pleito. 

Entre os eleitores de Zema no 1º turno, 12% decidiram o voto na véspera da eleição e 9% no dia da votação. Já, entre os eleitores de Anastasia, os índices foram, respectivamente, 9% e 13%. 

Para as duas vagas ao Senado, a taxa de eleitores mineiros que decidiu o voto no fim de semana da eleição é mais alta: 12% na véspera e 24% decidiram no dia do pleito. 

Uma parcela de 17% decidiu o voto para senador uma semana antes da eleição; 12%, 15 dias antes da eleição e 35% pelo menos um mês antes da eleição.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.