Descrição de chapéu Eleições 2018

'Desabafo de Cid é sentimento majoritário no partido', diz presidente do PDT

Segundo Carlos Lupi, Ciro não fará aceno mais incisivo em apoio a Haddad

Gustavo Uribe
Brasília

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, respaldou nesta terça-feira (16) o desabafo feito pelo senador eleito Cid Gomes e disse que as críticas feitas pelo irmão de Ciro Gomes "representam majoritariamente o sentimento da sigla".

"Não tem autocrítica no PT. O que o Cid Gomes está falando é verdade. Que autocrítica eles fizeram? Ele desabafou sentimento majoritário no partido", disse.

O presidente nacional do PDT Carlos Lupi e o candidato à Presidência derrotado no primeiro turno, Ciro Gomes
O presidente nacional do PDT Carlos Lupi e o candidato à Presidência derrotado no primeiro turno, Ciro Gomes - Pedro Ladeira - 10.out.2018/Folhapress

Na noite de segunda-feira (15), em evento de apoio a Fernando Haddad, Cid cobrou da direção petista que reconheça os erros, chamou militantes petistas de "babacas" e disse que, desse jeito, o PT merece perder.

Segundo Lupi, apesar dos pedidos da campanha petista, Ciro não fará aceno mais incisivo de apoio a Haddad e cumprirá decisão do partido de um anúncio crítico de voto.

"Esse projeto do PT, que é hegemônico, nunca na história teve um momento de apoiar quem quer que seja. Eles só querem apoio", disse.

Lupi reconhece que o PDT tem parcela de responsabilidade por uma eventual vitória de Jair Bolsonaro (PSL), mas avalia que o PT é o principal responsável.

"No PDT, temos nossos erros também. Nós contribuirmos com essas falhas. Mas quem cometeu mais falhas foi o PT", afirmou.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.