Descrição de chapéu Eleições 2018

Ex-mulher de Bolsonaro não é eleita para a Câmara

Em 2011, Ana Cristina afirmou ao Itamaraty sobre ameaça de morte pelo candidato

Italo Nogueira
Rio de Janeiro

A ex-mulher do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) não conseguiu votos suficientes para ser eleita deputada federal. Ana Cristina Valle, ou Cristina Bolsonaro (Podemos), como se apresentou aos eleitores, teve apenas 4.555.

A ex-mulher do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle, durante ato para Bolsonaro
A ex-mulher do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle, durante ato para Bolsonaro - Eduardo Anizelli - 16.set.2018/Folhapress

Valle se tornou peça central na reta final do primeiro turno quando a Folha revelou que ela relatara ameaça de Jair Bolsonaro contra ela durante o processo de separação.

Ela negou o episódio, quase dez anos após o divórcio.

Outro que adotou o sobrenome do presidenciável, contudo, teve melhor sorte.

O subtenente Hélio Lopes (PSL), que na urna se chamou Hélio Bolsonaro, foi eleito deputado federal mais votado do Rio de Janeiro.

Com 345.234 votos, ele superou a votação de Marcelo Freixo (PSOL), com 342.491 votos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.