Descrição de chapéu Eleições 2018

Flávio Bolsonaro diz que teve conta do WhatsApp banida

Segundo a Folha apurou, banimento ocorreu há alguns dias por movimento anormal da conta

Patrícia Campos Mello Patrícia Pasquini Carolina Linhares
São Paulo e Belo Horizonte

O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), afirmou em sua conta no Twitter nesta sexta-feira (19) que teve sua conta do WhatsApp banida.

O candidato à Presidência da Republica pelo PSL Jair Bolsonaro, com seu filho Flávio Bolsonaro
O candidato à Presidência da Republica pelo PSL Jair Bolsonaro, com seu filho Flávio Bolsonaro - Eduardo Anizelli - 07.out.2018/Folhapress

"A perseguição não tem limites! Meu WhatsApp, com milhares de grupos, foi banido DO NADA, sem nenhuma explicação! Exijo uma resposta oficial da plataforma", escreveu Flávio na rede social.

Segundo a Folha apurou, a conta do senador eleito foi banida há alguns dias. A empresa detectou um movimento anormal da conta, a partir de várias reclamações de pessoas que estariam recebendo spam do número.

Também foi banida, pelo mesmo motivo, uma conta criada pela campanha de Dilma Rousseff (PT) ao Senado, chamada "DilmaZap". A conta não era a mesma usada privadamente pela ex-presidente.

O WhatsApp enviou notificação extrajudicial para as agências Quickmobile, Yacows, Croc services e SMS Market determinando que parem de fazer envio de mensagens em massa e de utilizar números de celulares obtidos pela internet, que as empresas usavam para aumentar o alcance dos grupos na rede social. A empresa também baniu as contas do WhatsApp associadas a essas agências.

Reportagem publicada pela Folha nesta quinta-feira (18) mostrou que empresas bancaram uma campanha de mensagens anti-PT com pacotes de disparos em massa.

A prática é ilegal, pois se trata de doação de campanha por empresas, vedada pela legislação eleitoral, e não declarada.

Flávio Bolsonaro afirmou que o telefone que teve a conta de WhatsApp banida é pessoal e “nada tem a ver com uso por empresas”.

“O próprio WhatsApp informou que o bloqueio foi há dias, antes da Fake News da Foice de SP.

Agora já foi desbloqueado, mas ainda sem explicação clara sobre o porquê da censura”, escreveu nas redes sociais.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.