Manuela D'Ávila não comparou popularidade do PT com Jesus Cristo

Viral associa frase de John Lennon a vice de Haddad

Amanda Lemos
São Paulo

Não é verdadeiro que Manuela D’Ávila (PC do B) disse que o cristianismo irá desaparecer e que, no momento, sua chapa é mais popular que Jesus. O conteúdo foi repassado por leitores para o Folha Informações, canal de checagem de boatos e notícias falsas do jornal.

 O boato foi desmentido pela candidata do PC do B em suas redes sociais pouco antes do primeiro turno, no dia 4 de outubro. “É assim, mentindo descaradamente que eles querem ganhar as eleições”, diz o tuíte.

O texto creditado a Manuela D’Ávila foi uma reformulação de um comentário emblemático de John Lennon, de 1966. Em entrevista ao tabloide inglês London Evening Standard, o músico comparou a popularidade dos Beatles com a de Jesus Cristo. Veja:

 “O cristianismo irá embora. Vai desaparecer e encolher. Eu não preciso discutir sobre isso, estou certo e ficará provado que estou certo. Somos mais populares que Jesus agora. Eu não sei quem vai acabar primeiro, rock'n'roll ou cristianismo. Jesus era legal, mas seus discípulos são grossos e medíocres. São eles distorcendo isso o que estraga, pra mim”.

Se recebeu alguma informação que acredita ser falsa, comunique o WhatsApp da Folha (0-xx-11 99486-0293). Pode ser áudio, vídeo, corrente, imagem ou notícia que circule pelo aplicativo ou por redes sociais, como Facebook, Instagram ou Twitter. O jornal faz uma seleção do conteúdo a ser checado e publica o resultado desse trabalho.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.