Descrição de chapéu Eleições 2018

Amapá terá disputa de segundo turno entre atual governador e senador

Waldez Góes (PDT) teve 34% dos votos válidos, contra 30% de João Capiberibe (PSB)

Ana Luiza Albuquerque
Rio de Janeiro

O atual governador Waldez Góes (PDT) e o senador João Capiberibe (PSB) disputarão o segundo turno das eleições estaduais do Amapá. No primeiro turno, realizado neste domingo (7), Waldez teve 34% dos votos (133.214), frente a 30% de Capiberibe (119.500).

Em 2014, Waldez derrotou o filho de Capiberibe, Camilo, com cerca de 61% dos votos válidos, iniciando sua terceira gestão no governo do Amapá. Ele já havia sido governador de 2003 a 2010.

Antônio Waldez Góes (PDT) - Folhapress

Aliado do ex-presidente José Sarney (MDB), Waldez chegou a ser preso pela Operação Mãos Limpas, em 2010, acusado de desviar recursos públicos da Educação. No ano passado, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) rejeitou a última ação penal contra o ex-governador por entender que não havia provas suficientes de envolvimento em atos ilícitos.

Waldez tem a maior coligação —oito partidos, além do PDT, apoiam sua candidatura. Entre eles, estão o MDB, o PRB e o PCdoB.

Mais do que apresentar propostas, sua campanha tem focado nas ações promovidas pelo seu governo. O governador diz que regularizou a situação fiscal do estado, cortando gastos com a máquina pública. Ele também promete ampliar as escolas de ensino integral e militar implantadas em seu mandato.

João Capiberibe também já foi governador do estado, de 1995 a 2002. Em 2002, foi eleito senador, mas teve o mandato cassado em 2004 pelo TSE. Duas eleitoras alegaram ter recebido R$ 26 para votar em Capiberibe e sua mulher, Janete.

Em 2011, o socialista foi novamente eleito para o Senado. Ele foi um dos senadores que participaram de inspeção na cela do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em Curitiba desde abril. O PT é o único partido que apoia sua candidatura ao governo.

Entre suas propostas, estão a construção de um hospital de emergências e a reativação de um projeto chamado "polícia interativa", no qual as forças de seguranças reúnem-se periodicamente com os moradores. Ele também promete investir na industrialização e geração de empregos.

Nas simulações de segundo turno Capiberibe ganhava de 49% a 37% de Waldez. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.