Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

'Governos estrangeiros nos olham com desconfiança', diz futuro ministro

Em discurso, Onyx Lorenzoni diz que o novo governo respeitará quem pensa diferente

Gustavo Uribe Bernardo Caram
Brasília

O futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta quarta-feira (28) que o país é visto atualmente com desconfiança por governos estrangeiros.

Em discurso, durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, ele disse que uma das prioridades do próximo governo será a de tentar recuperar a confiança externa.

“Os governos estrangeiros nos olham sob o manto da desconfiança. Precisamos recuperar a confiança, não apenas interna, mas também externa. Não podemos falhar, temos que acertar”, disse.

A eleição de Jair Bolsonaro gerou apreensão tanto em autoridades como na imprensa estrangeiras. A preocupação aumentou com a indicação de Ernesto Araújo como novo chanceler.

Em textos acadêmicos, escritos no passado, o diplomata afirmou que a Europa é um espaço culturalmente vazio e criticou a associação entre a emissão de gases do efeito estufa e o aquecimento global.

Na reunião, Onyx disse que o futuro governo será aberto à interlocução com toda a sociedade brasileira e que respeitará quem pensa diferente.

“O presidente eleito diz ter a clareza de que fomos eleitos para servir a sociedade. Todos aqueles que não compreenderem isso, não estarão ao nosso lado”, disse.

Segundo ele, agora é o momento de unir o país, que precisa ser simplificado e desburocratizado, favorecendo o empreendedorismo.

Além do presidente Michel Temer, participaram do encontro ministros da atual administração, empresários e sindicalistas.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.