Bolsonaro é a 42ª pessoa a exercer a Presidência; entenda

Contabilidade inclui juntas e exclui Prestes e Tancredo, que não tomaram posse.

São Paulo

​Ao tomar posse nesta terça-feira (1º), Jair Messias Bolsonaro se tornou a 42ª pessoa a exercer a Presidência, desde a Proclamação da República, segundo critério adotado pela Folha.

O cálculo leva em conta os seis integrantes de duas juntas militares que assumiram o poder —a primeira na Revolução de 1930, que depôs Washington Luís, e a segunda em 1969, durante a doença do general Costa e Silva.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, ao lado da mulher, Michelle, durante a cerimônia de posse.
O presidente da República, Jair Bolsonaro, ao lado da mulher, Michelle, durante a cerimônia de posse. - Pedro Ladeira /Folhapress

Dos 42 ocupantes do cargo, 19 foram presidentes eleitos diretamente e 7 foram eleitos indiretamente pelo Congresso. Os demais chegaram ao cargo por diversos motivos: morte, renúncia ou impeachment do titular, além de golpe, ou revolução, por exemplo.

Júlio Prestes (eleito diretamente em 1930) e Tancredo Neves (eleito indiretamente em 1985) não são computados, pois não tomaram posse.

A relação não inclui os vices que só assumiram o posto durante ausências temporárias dos titulares.

Algumas listas consideram Bolsonaro o 38º presidente da República. Nesse caso, as duas juntas não são consideradas, enquanto Prestes e Tancredo são incluídos na relação.

​Já para a Presidência da República, Bolsonaro é o 44º presidente: a contabilidade inclui as juntas, Prestes e Tancredo.

 
 
 
 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.