Bolsonaro fala mal do PT para não falar do Queiroz, diz Gleisi

O presidente, ao comentar a prisão de Cesare Battisti, classificou o partido como corrupto

Wálter Nunes
São Paulo

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, rebateu a crítica de Jair Bolsonaro, que, ao comentar a prisão de Cesare Battisti, classificou o partido como corrupto.

“Ao invés do Bolsonaro falar tanto do PT deveria se empenhar em acertar seu governo que comete erros em série. Mas entendo, falar mal do PT é pra não falar do Queiroz, do caixa dois do Onix, das nomeações de parentes e amigos”, disse Gleisi Hoffmann.

O rosto da senadora Gleisi Hoffmann aparece em primeiro plano
Dirigentes do PT falam com a imprensa após reunião com representantes da OEA (Organização dos Estados Americanos) - Pedro Ladeira/Folhapress

Gleisi se referiu a Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar alvo do Coaf, que apontou movimentação suspeita de R$1,2 milhão, com repasse de R$ 24 mil à primeira-dama, Michelle Bolsonaro. O presidente diz que o valor foi pagamento de um empréstimo.

Bolsonaro se manifestou na manhã deste domingo (13) pelas redes sociais. “Parabéns aos responsáveis pela captura do terrorista Cesare  Battisti! Finalmente a justiça será feita ao assassino italiano e companheiro de ideais de um dos governos mais corruptos que já existiram do mundo (PT).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.