Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Condutas partidárias podem atrapalhar o governo, diz Major Olímpio sobre Onyx

Candidato à presidência do Senado criticou interferência de ministro da Casa Civil em disputa

Daniel Carvalho
Brasília

Após a senadora Simone Tebet (MDB-MS) acusar o ministro Onyx Lorenzoni de interferir na disputa pela presidência do Senado, o titular da Casa Civil foi alvo de críticas do senador eleito Major Olímpio (PSL-SP), correligionário do presidente Jair Bolsonaro.

O senador eleito Major Olímpio (PSL)
O senador eleito Major Olímpio (PSL), que criticou a interferência do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na disputa pela presidência do Senado - Walterson Rosa - 11.dez.18/Folhapress

Tebet disse a jornalistas e também a Olímpio que Onyx seu partido, o DEM, estavam trabalhando pela candidatura do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), apesar de o MDB ter a maior bancada da Casa e de Bolsonaro ter afirmado que não se envolveria nas disputas do Legislativo.

De acordo com o site da revista Crusoé, o deputado Leonardo Quintão (MDB-MG) foi orientado por Onyx a procurar Tebet na segunda-feira (21). A senadora confirmou ter sido procurada por um interlocutor do DEM, mas não deu nomes.

A senadora, que tenta se viabilizar no MDB como candidata, não gostou da interferência e reclamou da abordagem com Olímpio, que se lançou candidato, mas está disposto a desistir da disputa para apoiar Tebet.

Os dois conversaram nesta terça-feira (22).

Para Major Olímpio, a conduta de Onyx gera desconforto e atrapalha o governo.

"Cada um esperneia como quer. Acho que o governo tem que ser governo. Se alguém estiver com condutas partidárias, muitas vezes pode atrapalhar o governo. Eu faço coro no sentimento da Simone", afirmou Olímpio após conversa com Tebet.

"O mais importante é a governabilidade. Condutas partidárias, neste momento, elas mais atrapalham do que ajudam em relação a isso", disse o senador eleito.

Onyx informou que não iria se manifestar sobre as críticas de Tebet e Olímpio. Procurado, Quintão não retornou os contatos da Folha.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.