Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

'Laranja podre vai cair', diz Alexandre Frota sobre investigações no PSL

Deputado federal do partido diz que qualquer parlamentar ou ministro envolvido em esquema será punido

O deputado Alexandre Frota, no plenário da Câmara
O deputado federal Alexandre Frota, no plenário da Câmara - Thais Bilenky - 1º.fev.19/Folhapress
Thais Bilenky
Brasília

O deputado federal por São Paulo Alexandre Frota afirmou nesta quarta-feira (13) que o seu partido, PSL, “não passará a mão na cabeça de bandido” no caso das candidaturas laranjas revelado pela Folha.

“Ontem [terça (12)], a maioria dos partidos de esquerda que subiram aqui [na tribuna da Câmara] falou que o PSL é um partido de laranjas. O PSL não é um partido de laranjas”, rebateu Frota.

“Qualquer secretário, deputado, ministro envolvido em qualquer coisa, essa laranja podre vai cair”, continuou.

Ele afirmou que o presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), terá de se entender com “os envolvidos”. 

“Se tiver algo, tem que ser apurado e penalizado independente de quem for”, concluiu Frota.

Reportagem da Folha deste domingo (10) revelou que o grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), recém-eleito segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, criou uma candidata laranja em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018. 

O dinheiro foi liberado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, que foi responsabilizado pelo presidente Jair Bolsonaro pela escalada da crise.

Bebianno presidiu o PSL no período eleitoral, mas diz ter se ocupado apenas da eleição de Bolsonaro e candidaturas pontuais.

O presidente quer uma solução rápida para o caso, discutiu com o ministro e o fez cancelar agendas, o que aumentou a pressão entre aliados para que Bebianno peça para sair do governo.

Nesta quarta, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) afirmou que Bebianno mentiu ao dizer que conversou três vezes com seu pai, o presidente Bolsonaro, no dia anterior.

“Ontem estive 24h do dia ao lado do meu pai e afirmo: 'É uma mentira absoluta de Gustavo Bebbiano [sic] que ontem teria falado 3 vezes com Jair Bolsonaro para tratar do assunto citado pelo Globo e retransmitido pelo Antagonista'.”

A afirmação do filho do presidente foi feita na conta do vereador no Twitter, em referência a recente entrevista do ministro ao jornal O Globo, na qual Bebianno disse: "Não existe crise nenhuma. Só hoje falei três vezes com o presidente". 

Minutos depois, o filho do presidente adicionou um áudio de Bolsonaro, no qual o presidente se nega a atender uma ligação do ministro. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.