Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Eduardo Bolsonaro deve presidir comissão de relações exteriores da Câmara

Filho do presidente tem ambições de assumir uma liderança na área de relações internacionais do governo

Brasília

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) deve presidir a comissão de relações exteriores da Câmara, que será instalada nesta quarta-feira (13).

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado demonstra interesse em presidir o colegiado desde o início do mandato, em fevereiro, mas ainda estavam sendo feitas negociações sobre a distribuição dos colegiados pelos partidos.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que deve presidir a Comissão de Relações Exteriores da Câmara
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que deve presidir a Comissão de Relações Exteriores da Câmara - Walterson Rosa - 10.dez.2018/Folhapress

O "03", como é chamado por ser o terceiro de cinco filhos, tem ambições de assumir uma liderança na área de relações internacionais do governo. 

Eduardo foi, por exemplo, um dos responsáveis por levar ao pai o nome do atual ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, indicação do autor conservador Olavo de Carvalho.

Ele também é o responsável pela organização da Cúpula Conservadora das Américas, evento que reuniu nomes da direita latino-americana em Foz do Iguaçu (PR) em dezembro. 

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), confirmou que o partido negociou a comissão com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas evitou falar sobre presidência. 

Segundo ele, os membros da sigla nos colegiados só serão definidos após a instalação. "Para presidir ele primeiro precisa ser um membro", disse o deputado.

O nome de Eduardo já é dado como certo em negociações de líderes da Casa, porém. 

O filho deputado de Bolsonaro tem tido atuação discreta na Câmara desde o início do mandato, evitando permanecer muito tempo no plenário. 

Não tem se envolvido, por exemplo, pessoalmente em negociações de projetos como a reforma da Previdência de seu pai, dizem parlamentares favoráveis à proposta.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.