Folha e mais cinco veículos brasileiros aderem ao Projeto Credibilidade

Trust Project é consórcio internacional pela qualidade e transparência do jornalismo

São Paulo

​O Projeto Credibilidade, capítulo brasileiro do Trust Project, estreou no Brasil na quarta-feira (8) com seis veículos jornalísticos, entre eles a Folha. Integram ainda o consórcio mundial Agência Lupa, Agência Mural, Nexo, O Povo e Poder360.

Uma vez signatários do Credibilidade, os veículos passam a usar a Marca Trust e concordam em apresentar uma série de indicadores de transparência, como comunicados sobre padrões éticos e editoriais, condutas jornalísticas, canais de comunicação com o leitor, clareza sobre erros e uso de etiquetas para distinguir diferentes tipos de conteúdo (notícia, análise, opinião e humor).

Selo do Trust Project Credibilidade
Selo do Trust Project, que veículos que cumprem o protocolo podem usar em seus sites - Reprodução

Os indicadores e suas implementações foram desenvolvidos colaborativamente por veículos de imprensa ao redor do mundo. Na lista estão mais de 200 sites noticiosos, por exemplo o jornal americano Washington Post, a revista britânica The Economist, o diário espanhol El Pais e italiano La Repubblica.

A jornalista americana Sally Lehrman,  que iniciou em 2014 e dirige o Trust na Universidade Santa Clara, veio ao Brasil para o lançamento.

"O projeto foi capaz de levar todos esses parceiros de diferentes áreas a realçar práticas jornalísticas, a ir ao centro do que é jornalismo e como ele se diferencia em meio a tanta informação à qual as pessoas se expõe na internet. As organizações jornalísticas meio que deixaram as coisas correr no princípio desse espaço digital", diz ela em entrevista à Folha

Todas as informações da Folha listadas no Credibilidade já eram praticadas no jornal e previstas no Projeto Editorial e no Manual de Redação. A mais recente delas, anunciada em abril, refere-se à política de diversidade, publicada com a criação da Editoria de Diversidade, comandada pela jornalista Paula Cesarino Costa.

No Brasil, o Credibilidade é desenvolvido com uma parceria entre o Projor (Instituto para o desenvolvimento do Jornalismo) e a Unesp (Universidade Estadual Paulista), coordenado pelos jornalistas Francisco Belda e Angela Pimenta.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.