Padre Marcelo Rossi é empurrado por mulher em missa e cai do palco

Religioso afirma que está bem: 'Maria passou na frente e pisou na cabeça da serpente'

Padre Marcelo Rossi é empurrado por mulher durante missa
Padre Marcelo Rossi é empurrado por mulher durante missa - Reprodução
São Paulo e Salvador

O padre Marcelo Rossi, 52, foi empurrado de cima do altar enquanto rezava uma missa neste domingo (14), em Cachoeira Paulista (a 212 km de São Paulo ). 

O religioso participava da celebração quando, por volta das 15h, uma mulher driblou a segurança, invadiu o altar e o empurrou de cima do palco. 

Ele caiu de uma altura de cerca de um metro na área que separa o palco das cadeiras onde estavam os fiéis. De acordo com relatos do público, o padre voltou a subir ao palco e terminou de celebrar a missa. 

A mulher foi detida pela Polícia Militar e encaminhada para a delegacia de Lorena, município vizinho a Cachoeira Paulista. 

Ela alega sofrer transtorno bipolar e afirmou que está em tratamento psiquiátrico. O caso foi registrado como lesão corporal.

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou em rede social o vídeo que mostra a queda.

"Toda nossa solidariedade ao padre Marcelo Rossi. Deus olhe para o nosso Brasil", escreveu.

A missa fazia parte da programação de encerramento do acampamento “Por Hoje Não”, organizado pela comunidade católica Canção Nova, ligada ao movimento de renovação carismática. Cerca de 50 mil fiéis acompanhavam o ato religioso.   

No vídeo abaixo, publicado no canal da TV Canção Nova no YouTube, o padre afirma que está bem: "Maria passou na frente e pisou na cabeça da serpente. Estou ótimo". 

Rossi ainda tranquilizou os fiéis: "Só umas dorzinhas, não quebrou nada".

Colaborou Marcela Ribeiro, do UOL.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.