Folha promove debate com ombudsmans no aniversário de 30 anos do cargo

Evento será na sede do jornal, que foi o primeiro da América Latina a criar o cargo

São Paulo

Em comemoração aos 30 anos da criação do cargo de ombudsman, a Folha fará na próxima segunda-feira (23) um debate com ombudsmans e ouvidores de setores diversos. 
 
A ideia é discutir desafios da função e trocar experiências com ouvidores de empresas não jornalísticas.
 
Participarão da mesa Maria Inês Fornazaro, presidente da Associação Brasileira de Ouvidores e Ombudsmans (ABO), Micheline Vieira, gerente de governança, ética e compliance da Central Nacional Unimed, e Marcel Kitamura, ouvidor externo do Banco do Brasil.

A ombudsman da Folha de S.Paulo, Flavia Lima, durante encontro com leitores na sede do jornal para tirar dúvidas frequentes e debater os rumos do jornalismo - Eduardo Anizelli - 18.jun.2018/Folhapress

Fundada em 1995, a ABO visa promover a importância dos ombudsmans e ouvidores dos setores público e privado, além de estimular a capacitação dentro da categoria. A associação reúne 319 profissionais.
 
Tanto a ouvidoria da Unimed como a do Banco do Brasil venceram o Prêmio de Ouvidorias da Abrarec (Associação Brasileira de Relações Empresa-Cliente) em 2018. A conversa será mediada pela ombudsman da Folha, Flavia Lima.

Ombudsman é uma palavra sueca que pode ser traduzida como "representante do cidadão" e começou a ser usada para designar representantes dos leitores dentro de jornais americanos na década de 1960. Na imprensa, a função consiste em criticar o jornal, ouvir os leitores e comentar o noticiário da mídia periodicamente.
 
A Folha foi o primeiro jornal da América Latina a ter um ombudsman. A primeira coluna, escrita por Caio Túlio Costa, foi publicada no jornal em 24 de setembro de 1989. Desde então, o cargo foi ocupado por 13 jornalistas. Para garantir a independência do profissional, seu mandato é de um ano, durante o qual o ocupante não pode ser demitido.
 
O evento, gratuito, será no auditório do jornal (al. Barão de Limeira, 425, Campos Elíseos - 9º andar), a partir das 19h. É necessário se inscrever pelo site.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.