Círio de Nazaré reúne multidão em procissão nas ruas de Belém

Evento em devoção a Nossa Senhora de Nazaré é considerado patrimônio cultural da humanidade

Rio de Janeiro

O Círio de Nazaré, considerado uma das maiores manifestações católicas do mundo, reuniu uma multidão de fiéis na procissão deste domingo (13), em Belém, no Pará.

Foi a 227ª edição da romaria em devoção à Nossa Senhora de Nazaré, na capital paraense. A estimativa da organização é que 2 milhões de pessoas participariam do evento.

Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré sendo levada, ao final da romaria fluvial
Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré sendo levada, ao final da romaria fluvial - Jader Paes / Ag. Pará

A procissão começou às 7h deste domingo, em frente à Catedral da Sé, no bairro da Cidade Velha, e percorreu quase quatro quilômetros até a Basílica Santuário, em evento que durou cerca de cinco horas.

Antes do início da caminhada, uma missa campal deu início à romaria, às 5h30, presidida por dom Giovanni D'Aniello, núncio apostólico do Brasil.

Apesar de ser uma tradição paraense, o Círio se espalhou pelo Brasil e em outros países. As comemorações acontecem também no Ceará, Rio de Janeiro, Acre, Amapá, São Paulo, Rondônia e na Guiana Francesa.

O evento deste domingo ocorreu no mesmo dia em que o Brasil ganhou sua primeira santa, Irmã Dulce, que foi canonizada pelo papa Francisco no Vaticano.

As comemorações deste ano começaram na manhã da última sexta (11). Primeiro, uma missa foi realizada na Basílica Santuário. 

Depois, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré percorreu os 50 quilômetros entre Ananindeua e Marituba, na região metropolitana de Belém.

A procissão saiu da Basílica Santuário e foi até a Igreja de Nossa Senhora das Graças, com dez horas de duração.

No caminho, a imagem recebeu homenagens em 45 pontos da região. A estimativa da organização é que mais de 1 milhão de pessoas estiveram envolvidas no trajeto.

Já neste sábado (12), as celebrações reiniciaram por volta das 5h30, com a chamada romaria rodoviária. De acordo com a direção do evento, 250 mil pessoas participaram da procissão.

O percurso de 24 quilômetros entre Ananindeua e o Trapiche de Icoaraci durou cerca de três horas.

Depois, a imagem peregrina da santa passou por uma cerimônia, celebrada antes de um Círio Fluvial, nas águas da baía do Guajará, em Belém.

A romaria aquática iniciou às 9h, saindo do Trapiche do Distrito de Icoaraci com destino à Escadinha da Estação das Docas.

Segundo a diretoria da festa, aproximadamente 50 mil pessoas e cerca de 300 embarcações participaram do Círio Fluvial.

A terceira etapa do Círio de Nazaré de sábado foi uma moto romaria. Aproximadamente 45 mil participantes homenagearam a imagem peregrina, em percurso de quase três quilômetros até o Colégio Gentil, partindo da Escadinha do Cais do Porto.

À noite, mais de 1 milhão de fiéis participaram da Trasladação, a quarta etapa do evento de sábado. Os devotos percorreram quase quatro quilômetros do Colégio Gentil até a Catedral da Sé, em cinco horas de procissão. 

Em seguida, uma missa e a vigília foram realizadas como preparação para o Círio deste domingo. O tema do evento de 2019 foi "Maria, Mãe da Igreja".

Em 2014, a Unesco (braço da ONU para cultura) concedeu ao Círio de Nazaré o certificado de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.