Presente na posse de Fux, presidente do TST põe cateter e viaja a SP para tratar Covid

Maria Cristina Peduzzi é uma das oito autoridades que estiveram na posse de Fux no STF e foram diagnosticadas com Covid-19

Brasília

Diagnosticada com coronavírus na semana passada, a presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), ministra Maria Cristina Peduzzi, 67, foi transferida da unidade de Brasília do Hospital Sírio-Libanês para a de São Paulo, no último domingo (20).

Segundo boletim médico, ela apresenta estado de saúde estável, mas respira com ajuda de um cateter nasal de oxigênio e tem sido medicada diretamente na veia. Não há previsão de alta.

A magistrada esteve presente na posse do ministro Luiz Fux na presidência do STF (Supremo Tribunal Federal) no último dia 10. Ao menos oito autoridades que compareceram à solenidade foram infectadas pela Covid-19, incluindo Fux.

Mulher de cabelo curto e usando vestido, sentada, dá entrevista
A presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Maria Cristina Peduzzi, durante entrevista em seu gabinete em Brasília - Pedro Ladeira - 10.dez.19/Folhapress

A assessoria do tribunal informou que Peduzzi estava cumprindo todos os compromissos de forma remota desde o início da pandemia, à exceção da posse do novo chefe do Supremo.

No dia em que foi confirmado o teste positivo para a doença, na quarta-feira (16), a assessoria de Peduzzi havia informado que a ideia era mantê-la hospitalizada no Sírio-Libanês de Brasília.

Ela estava no hospital desde o dia anterior, quando apresentou sintomas leves da doença.

A cerimônia da posse de Fux foi presencial, no plenário do STF. Em seguida, houve um coquetel, do qual Peduzzi não participou.

Além dela, estiveram na posse e contraíram coronavírus os ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Luís Felipe Salomão, Benedito Gonçalves e Antonio Saldanha Palheiro.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o procurador-geral da República, Augusto Aras, também foram à solenidade e testaram positivo para Covid-19.

Com a ausência dela, a presidência do TST está sendo exercida pelo vice-presidente do tribunal, ministro Vieira de Mello Filho.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.