Bruno Engler se diz alinhado com Bolsonaro e afirma que BH será parceira da União

Candidato à Prefeitura de Belo Horizonte abriu série de sabatinas promovidas pela Folha/UOL

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo | UOL

Candidato a prefeito de Belo Horizonte, Bruno Engler (PRTB) declarou que pensa "absolutamente igual" ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que, se eleito, fará da administração municipal uma parceira da União.

As declarações foram dadas durante sabatina promovida pela Folha e pelo UOL, transmitida na manhã desta segunda-feira (5).

Engler, que aparece com 3% das intenções de voto na última pesquisa Ibope, é do mesmo partido do vice-presidente Hamilton Mourão e tem apoio da família Bolsonaro.

Bruno Engler, candidato do PRTB a prefeito de Belo Horizonte
Bruno Engler, candidato do PRTB a prefeito de Belo Horizonte - Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Questionado se a prefeitura será uma extensão do planalto caso seja eleito, Engler diz que, politicamente, pensa "absolutamente igual" ao presidente.

"A gente tem um alinhamento total, a Prefeitura de Belo Horizonte vai ser parceira da União e essa parceria vai trazer muitas oportunidades de crescimento", disse.

Durante a entrevista, as repórteres Amanda Rossi, do UOL, e Fernanda Canofre, da Folha, perguntaram sobre o conflito aberto entre o candidato e o partido.

A Justiça Eleitoral indeferiu a chapa de Bruno Engler com a coronel Cláudia Romualdo como vice-prefeita. O PRTB apresentou o nome de Mauro Quintão como vice para compor a chapa.

O TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) decidiu que o vice será Quintão, como aprovado na convenção do partido. Cabe recurso.

"Não tenho nenhum problema pessoal com o Mauro Quintão, a questão é que existiu um acordo em que eu teria autonomia de gerir a minha candidatura", afirmou Engler.

O candidato diz que ainda não teve retorno do partido sobre a situação, mas que já foi realizado um abaixo-assinado pedindo para que Levy Fidelix (presidente nacional da sigla) intervenha.

"Querem mudar o acordo que a gente fez, política se faz com palavras, se a gente já começar a campanha quebrando acordos e palavras, é um hábito ruim, aí a gente não faz uma nova política", declarou.

O candidato também falou sobre a tentativa falha de trazer outros partidos para a coligação. "Quem conhece os bastidores da política sabe que é muito difícil fazer alianças baseadas em ideias, a maioria das alianças são com promessas de cargos ou com algum ganho, e isso a gente não faz", disse.

Questionado sobre as prioridades em seu plano de governo, Engler disse que tem como foco as áreas de educação, segurança pública, e a resolução dos problemas com as chuvas e enchentes na cidade. Engler também falou sobre a intenção de implementar escolas no modelo cívico-militar e valorização da Guarda Municipal.

Sabatinas

A Folha e o UOL promoverão sabatinas com os principais candidatos de sete capitais brasileiras. As entrevistas, que serão transmitidas às 10h e às 15h, de segunda a sexta-feira, vão até 6 de novembro.

Belo Horizonte e Salvador abrem a série. Após Bruno Engler, do PRTB, virão Áurea Carolina, do PSOL (dia 6), João Vitor Xavier, do Cidadania (dia 7) e Alexandre Kalil, do PSD (dia 8).

Em Salvador, o calendário de sabatinas será aberto com Major Denice, do PT, no dia 5, seguida por Bruno Reis (DEM) no dia 6 e Pastor Sargento Isidorio (Avante) no dia 7. As entrevistas serão veiculadas sempre às 15h.

No dia 8, começam as sabatinas do Recife, com Patrícia Domingos, do Podemos. Na sequência, serão entrevistados Mendonça Filho (DEM), no dia 9, Marília Arraes (PT), no dia 13, e João Campos (PSB), no dia 14, todos às 15h.

Nas semanas seguintes, ocorrem as sabatinas em Curitiba (a partir do dia 13), Porto Alegre (de 15 a 22), São Paulo (de 19 de outubro a 6 de novembro) e Rio de Janeiro (de 26 de outubro a 4 de novembro).

As sabatinas podem ser acompanhadas no site do UOL e da Folha e também nas redes sociais Facebook, Twitter e YouTube.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.