Greca faz gestão de 'maquiagem' em Curitiba, diz Goura durante sabatina promovida pela Folha/UOL

Candidato pelo PDT também fala de seus projetos para o transporte público

São Paulo | UOL

O candidato do PDT à Prefeitura de Curitiba, Goura, classificou a gestão do atual prefeito Rafael Greca (DEM) como sendo de "maquiagem" e um problema para a cidade.

"Nós temos um problema real em Curitiba, esse problema chama-se Rafael Greca", disse durante sabatina promovida pela Folha e pelo UOL.

"[Greca] tem feito mais uma gestão de maquiagem, uma gestão que gasta muito mais com propaganda do que com políticas necessárias para a população", afirmou Goura, que fechou uma espécie de "pacto de não-agressão" com o candidato a Fernando Francischini (PSL), focou seus ataques em Greca durante a entrevista às repórteres Ana Carla Bermúdez, do UOL, e Katna Baran, da Folha.

Última pesquisa Ibope trouxe a liderança de Greca com 47% das intenções de voto, seguido por Francischini com 6% e Goura com 5%.

"A gestão Rafael Greca é uma gestão que tem feito a interrupção de políticas públicas muito importantes", declarou. Sobre a gestão durante a pandemia, Goura afirmou que Greca cedeu a interesses comerciais durante a pandemia do novo coronavírus, e não a interesses da saúde pública.

"Ele foi insensível no diálogo com a sociedade", afirmou. "A prefeitura preferiu dar um apoio aos empresários do transporte coletivo e não atendeu às demandas dos pequenos comerciantes, empresários e os trabalhadores da área cultural."

Sobre o pacto com Francischini, Goura afirmou que diverge muito do candidato, "quase que completamente", e que o acordo não será sinônimo de passividade.

"Não farei de forma alguma uma omissão na crítica ao bolsonarismo, na crítica à violência na qual o presidente Bolsonaro tem conduzido a nação, e da irresponsabilidade na área da saúde e meio ambiente", disse. "A não violência jamais quer dizer omissão ou passividade", completou.

Transporte público e gestão durante a pandemia

Quando questionado sobre os projetos em relação ao transporte público na cidade, Goura afirmou que estuda a possibilidade de um passe livre e de redução da tarifa. Além disso, ele declarou que hoje existe uma falta de transparência no setor.

Pesquisas e candidatura

Goura assumiu a candidatura do PDT com a desistência de Gustavo Fruet, que alegou falta de dinheiro para a campanha. Sobre o assunto, o candidato afirmou: "Sou candidato independente dos recursos financeiros", disse.

Avaliando as últimas pesquisas em Curitiba, Goura afirmou que existe um 'campo enorme' para percorrer. "Existe sim um espaço para crescimento, muito significativo, não só de pessoas que estão descontentes com o atual prefeito, mas em especial toda a categoria de funcionalismo público que foi totalmente desrespeitada pela atual gestão", disse.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.