Descrição de chapéu Folha por Folha

Para leitor exigente, cobertura da Folha evita declaratório e aposta em séries de reportagens

Nesta segunda-feira (05), Folha e UOL iniciam sabatinas eleitorais em sete capitais

São Paulo

Às 15h de 26 de novembro de 2019, em torno de uma mesa no quinto andar da Redação da Folha, reunimo-nos eu, Alencar Izidoro, Flávia Faria e Guilherme Magalhães. O tema do encontro, ainda na memória da agenda do celular: Reunião - eleições 2020.

A um ano da votação, o planejamento havia começado dias antes, já que cada um dos quatro teve de levar àquela reunião ideias sobre como preparar uma cobertura jornalística eleitoral que pudesse ser mais nacional, atrativa e relevante a leitoras e leitores cada vez mais numerosos, exigentes e espalhados pelo país.

À mesa também ressaltamos como seria fundamental escapar de uma praga comum chamada de “jornalismo declaratório”. Leitor nenhum aguenta a repetição do fulano disse isso, beltrano afirmou aquilo e por aí vai. O que então oferecer a eles?

A semente plantada naquele dia foram as séries de reportagens, uma forma de apresentar com profundidade, e em capítulos, assuntos diversos.

Repórteres então foram escalados com antecedência para apresentar seus projetos.

Um exemplo dessas séries é a ‘Os nós de São Paulo’, com uma radiografia de desafios em diversas áreas sob responsabilidade do prefeito que comandará a cidade a partir de 2021.

Em andamento, essa série é uma opção para o leitor mergulhar em temas como educação, saúde, transporte, finanças e zeladoria da cidade.

Outra série é a que trata de diversidade nas eleições. Numa primeira etapa, o repórter Joelmir Tavares abordou conquistas e desafios para mulheres, negros e LGBTs na vida política. Na atual fase, a série aborda os aspectos em torno da estreia neste ano da cota financeira para candidatos autodeclarados pardos e pretos.

Há séries também sobre eleições na Grande São Paulo, legislativos municipais e campanhas nas periferias —essa última com a Agência Mural.

De todas elas, a mais inusitada é a cobertura que a Folha faz em Jaboticabal, no interior de São Paulo. A ideia partiu do comando do jornal sobre qual seria o impacto de reportagens da Folha em uma cidade sem uma forte presença da imprensa profissional.

E por que Jaboticabal? Há atrativos jornalísticos, como campanha sem horário eleitoral na TV, presenças econômica e universitária e por ser um microcosmo da disputa política nacional. A localização também facilita os deslocamentos do repórter Marcelo Toledo, correspondente da Folha na vizinha Ribeirão Preto.

Além das séries, há trabalhos conjuntos com Datafolha (pesquisas) e Deltafolha (dados), além de parcerias, como sabatinas de candidatos com o UOL, medição do ranking de popularidade digital pela consultoria Quaest e checagem de promessas e declarações por meio da Agência Lupa.

Folha e UOL iniciam sabatinas eleitorais em sete capitais

A Folha e o UOL começam a sabatinar nesta segunda-feira (5) os principais candidatos de sete capitais brasileiras.

As entrevistas, que serão transmitidas às 10h e às 15h, de segunda a sexta-feira, vão até 6 de novembro.

Belo Horizonte e Salvador abrem as sabatinas. Serão entrevistados na capital mineira, sempre às 10h, os candidatos Bruno Engler, do PRTB (dia 5), Áurea Carolina, do PSOL (dia 6), João Vitor Xavier, do Cidadania (dia 7) e Alexandre Kalil, do PSD (dia 8).

Em Salvador, o calendário de sabatinas será aberto com Major Denice, do PT, no dia 5, seguida por Bruno Reis (DEM) no dia 6 e Pastor Sargento Isidorio (Avante) no dia 7. As entrevistas serão veiculadas sempre às 15h.

No dia 8, começam as sabatinas do Recife, com Patrícia Domingos, do Podemos. Na sequência, serão entrevistados Mendonça Filho (DEM), no dia 9, Marília Arraes (PT), no dia 13, e João Campos (PSB), no dia 14, todos às 15h.

Nas semanas seguintes, ocorrem as sabatinas em Curitiba (a partir do dia 13), Porto Alegre (de 15 a 22), São Paulo (de 19 de outubro a 6 de novembro) e Rio de Janeiro (de 26 de outubro a 4 de novembro).

As sabatinas podem ser acompanhadas no site do UOL e da Folha e também nas redes sociais Facebook, Twitter e YouTube.

A Folha nas eleições

Exemplos de séries de reportagens

Os nós de São Paulo 
Apresenta desafios em diversas áreas sob responsabilidade do prefeito que for eleito. Veja em folha.com/nosdesaopaulo

Diversidade eleitoral 
Trata das conquistas e dos desafios para mulheres, negros e LGBTs na vida política. Veja em folha.com/diversidadeeleitoral

Eleições na Grande SP 
Aborda o pleito em cidades no entorno da capital. Veja em folha.com/eleicoesnagrandesp

Jaboticabal brasileira 
Mostra como é a campanha em uma cidade sem forte presença da imprensa profissional e que é um microcosmo da política nacional. Veja em folha.com/jaboticabalbrasileira

Parcerias

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.