Descrição de chapéu Eleições 2020

Sabatina Folha/UOL com Sabará é cancelada após Justiça indeferir candidatura dele à Prefeitura de SP

Político já havia sido expulso do partido Novo após denúncias sobre bens e formação acadêmica

São Paulo | UOL

A sabatina promovida por UOL e Folha com Felipe Sabará, candidato a prefeito de São Paulo pelo Novo até a semana passada, foi cancelada após a decisão deste domingo (25) do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de indeferir a candidatura.

A entrevista estava prevista para a manhã desta segunda-feira (26). A decisão da Justiça Eleitoral aconteceu após a candidata a vice na chapa de Sabará, Marina Helena, ter pedido no sábado a renúncia à candidatura.

Na semana passada, Sabará foi expulso do Novo, mas ele manteve a candidatura.

Filipe Sabará
Filipe Sabará - Mathilde Missioneiro/Folhapress

Na última quarta-feira (21), a CEP (Comissão de Ética Partidária) do Novo decidiu, por unanimidade, pela expulsão em razão de ele "não ter apresentado informações verdadeiras sobre a sua formação acadêmica" e por ele ter apresentado dados diversos sobre sua declaração de bens à Justiça Eleitoral.

Sabará declarou que tinha cerca de R$ 15 mil em bens. Posteriormente, corrigiu o valor para mais de R$ 5 milhões.

Sobre a formação acadêmica, seu currículo indicava que cursava pós-graduação de Gerente de Cidades, mas a FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado) declarou que Sabará cursou um semestre do curso de Relações Internacionais na instituição.

A denúncia contra Sabará foi apresentada pelo deputado estadual Daniel José (Novo-SP).

À Justiça Eleitoral, o diretório municipal do Novo decidiu que não irá substituir os candidatos e pediu a extinção do registro de candidatura e a retirada do número da chapa das urnas eletrônicas.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.