Descrição de chapéu Eleições 2020

Covas tem 58%, e Boulos, 42% dos votos válidos no segundo turno em SP, aponta Ibope

Considerando-se os votos totais, tucano tem 47%, e psolista, 35%; 14% declaram voto em branco ou nulo

São Paulo

O prefeito Bruno Covas (PSDB) aparece com 58% dos votos válidos na primeira pesquisa Ibope para o segundo turno na disputa pela Prefeitura de São Paulo.

Guilherme Boulos (PSOL) tem 42% dos votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos.

O Ibope ouviu 1.001 eleitores entre os dias 16 e 18 de novembro. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Considerando-se os votos totais, Covas tem 47% das intenções de voto. Boulos marca 35%, enquanto 14% afirmam votar em branco ou nulo, e 4% não souberam responder.

O atual prefeito se destaca entre aqueles que consideram a sua gestão ótima ou boa, segmento em que 78% afirmam desejar sua reeleição. Católicos (54%) e maiores de 55 anos (54%) também têm preferência por Covas.

Dos entrevistados que avaliam a gestão do prefeito como ruim ou péssima, 50% dizem votar no candidato do PSOL. Boulos também se destaca entre os que afirmam não ser nem católicos nem evangélicos

O levantamento foi registrado no TRE-SP com o número SP-05645/2020.

No primeiro turno, o tucano confirmou o favoritismo apontado pelas pesquisas e conquistou 32,9% dos votos válidos. Boulos atingiu 20,2%.

Para a segunda rodada, o PSOL já tem o apoio do PT e da Rede, partidos que lançaram os candidatos derrotados Jilmar Tatto e Marina Helou, respectivamente. Já PDT e PSB tentam chegar a um acordo para fechar apoio ao candidato.

Covas, por enquanto, tem o apoio do Republicanos de Celso Russomanno, que recebeu 10,5% dos votos válidos no último domingo (15).

No Rio de Janeiro, o ex-prefeito da cidade Eduardo Paes (DEM) tem 69% dos votos válidos, e Marcelo Crivella (Republicanos) tem 31%. O Ibope ouviu 1.001 pessoas, tem margem de erro de três pontos percentuais e foi registrada no TRE-RJ com o número RJ-00797/2020.

Já no Recife, onde os primos Marilia Arraes (PT) e João Campos (PSB) se enfrentam, a petista está numericamente à frente e empata no limite da margem de erro. Arraes tem 53% dos votos válidos e Campos, 47%. Lá o instituto também ouviu 1.001 eleitores, e registrou o levantamento no TRE-PE sob o número PE-06514/2020.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.