Descrição de chapéu Eleições 2020

Emanuel Pinheiro (MDB) é reeleito em Cuiabá em disputa contra vereador

Prefeito derrota nas urnas seu principal opositor na Câmara

Belo Horizonte

O atual prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), foi reeleito para comandar a capital de Mato Grosso. Com 100% das urnas apuradas, ele teve 51,15% dos votos válidos.

Ele derrotou o vereador de primeiro mandato Abílio Júnior (Podemos), que ficou com 48,85% dos votos válidos.

O prefeito eleito Emanuel Pinheiro durante campanha - Reprodução/Facebook

Abílio, principal opositor do prefeito na Câmara de Vereadores, havia ficado em primeiro lugar no primeiro turno, com uma diferença apertada —obteve 33,72% dos votos contra 30,64% de Emanuel.

Emanuel, que foi deputado antes de vencer o pleito municipal em 2016, além do seu MDB, teve apoio de outras dez legendas nesse pleito —PMB, PTC, Solidariedade, PV, Republicanos, PL, PSDB, PTB, PP e PCdoB.

Ele ficou conhecido nacionalmente ao ser flagrado colocando maços de dinheiro no paletó, em vídeos entregues à PGR (Procuradoria-Geral da República) em acordo de delação do ex-governador do estado, Silval Barbosa (MDB), e divulgados em 2017.

Emanuel se tornou réu na mesma semana que anunciou que concorreria à reeleição, em ação que apura o suposto “mensalinho” durante a gestão de Silval (2010-2014). A alegação de Emanuel é de que o dinheiro seria pagamento por serviço prestado por seu irmão, que é proprietário de um instituto de pesquisa eleitoral.

Eleito vereador em 2016 pelo PSC, Abílio contou na coligação, além do seu atual partido, com Cidadania e PSC. Ligado à igreja Assembleia de Deus, contou com apoio de lideranças bolsonaristas de Mato Grosso, como o deputado José Medeiros (Podemos) e a ex-senadora Selma Arruda, que teve o mandato cassado no ano passado.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.