Descrição de chapéu Coronavírus

Cidades têm panelaços contra Bolsonaro em dia de marca histórica de mortes por Covid

Presidente é alvo de pedidos de impeachment em lugares como SP, Rio e Brasília

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Panelaços em protesto contra o presidente Jair Bolsonaro voltaram a acontecer na noite desta quarta-feira (3) em algumas cidades do país, como em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília.

O dia foi marcado pela número histórico de 1.840 mortes por Covid registradas em 24 horas pelo país, o maior desde o início da pandemia da Covid-19.

A gestão da crise sanitária é uma das principais críticas feitas ao governo e já motivou pedidos de impeachment.

Sombra de homem batendo panela na janela de apartamento à noite
Panelaço no bairro de Perdizes (zona oeste de São Paulo) na noite desta quarta-feira (3) - Danilo Verpa/Folhapress

Na capital paulista, houve esse tipo de protesto em bairros como Santa Cecília e Consolação (região central) e Pinheiros e Barra Funda (zona oeste) —mas, de modo geral, menos intensos do que em panelaços anteriores.

Nas imediações do edifício Copan, no centro, houve gritos de "fora", "facínora" e "assassino". ​

Morador do bairro Perdizes, zona oeste de São Paulo, durante panelaço contra o presidente Jair Bolsonaro - Eduardo Anizelli/ Folhapress

Na Asa Norte, no Distrito Federal, também houve gritos pelo afastamento do presidente.

Os panelaços, marcados pelas redes sociais, tinham sido articulados diante da possibilidade de o presidente se pronunciar em cadeia de rádio e TV nesta noite, o que acabou não acontecendo. Mesmo assim, foram mantidos.

Desde o começo da crise do coronavírus, há um ano, esse tipo de protesto contra o presidente se disseminou, principalmente em ocasiões em que ele fez pronunciamentos. Nos últimos meses, opositores também têm promovido carreatas em grandes cidades para pedir o afastamento de Bolsonaro. ​

O início do processo de impeachment depende do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que se elegeu para o posto há um mês com o apoio de Bolsonaro.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.