Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/12/2010 - 10h38

Dilma se reúne com os três comandantes das Forças Armadas

Publicidade

MÁRCIO FALCÃO
DE BRASÍLIA

A presidente eleita, Dilma Rousseff, conversa nesta segunda-feira com os três comandantes das Forças Armadas: Enzo Peri, do Exército; Júlio Soares Neto, da Marinha; e Juniti Saito, da Aeronáutica.

O ministro Nelson Jobim, que vai permanecer na Defesa, também deve participar dos encontros. Em entrevistas recentes, Jobim disse que Dilma deverá manter o atual comando das Forças Armadas em seu governo.

Dilma ainda precisa confirmar a indicação de 14 ministros --se nenhuma pasta for criada. A pasta mais importante é da Saúde, sendo que o nome mais cotado é do ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais). Até agora, 23 nomes foram apresentados.

A presidente escolheu até agora para seu governo: 11 petistas, seis peemedebistas, um pedetista, um do PR e quatro sem filiação partidária.

Dilma enfrenta problemas para definir o espaço do PSB e PC do B em seu governo. O PSB ficará com Integração Nacional e a secretaria de Portos e Aeroportos. O deputado Ciro Gomes avisou que aceita ser ministro, mas até agora não há definição.

O PC do B espera manter Orlando Silva nos Esportes e conquistar a chamada Autoridade Olímpica, que será criada para cuidar das Olimpíadas-2016 no Rio de Janeiro. O partido pede ainda que a autoridade ganhe status de ministro.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página