Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/12/2010 - 18h03

Congresso espera 2.000 convidados para cerimônia de posse de Dilma

Publicidade

GABRIELA GUERREIRO
DE BRASÍLIA

A gráfica do Senado já emitiu 1.229 convites impressos para a posse da presidente eleita, Dilma Roussef, no dia 1º de janeiro.

O Congresso espera o total de 2.000 convidados para a cerimônia em que a petista será empossada no cargo, entre parlamentares, membros do Executivo e Judiciário.

Depois da cerimônia no Congresso, Dilma segue para outra cerimônia no Palácio do Planalto --onde vai fazer seu primeiro discurso depois de empossada.

O cerimonial do Senado encaminhou convites para todos os deputados e senadores do atual mandato, além daqueles que serão empossados no dia 1º de fevereiro.

Todos vão acompanhar a cerimônia no plenário da Câmara, onde será realizada sessão do Congresso. Nenhum parlamentar poderá levar acompanhante. Cada convite é individual, com um mapa que indica a entrada por onde deve se deslocar ao plenário.

Desta vez, os convidados terão que passar por detectores de metais para ter acesso ao Congresso --com exceção para os deputados, senadores e chefes de Estado presentes à cerimônia.

Para garantir a segurança da posse, o cerimonial do Senado também vai cancelar as visitas guiadas pelas dependências da Casa a partir do dia 29 de dezembro. No dia 26, próximo domingo, será realizado um ensaio geral da cerimônia --que tem início com a saída de Dilma da Catedral de Brasília, em carro aberto, até o Congresso.

A cerimônia no Congresso está marcada para ter início às 14h30, no dia 1º de janeiro de 2011.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página