Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
04/10/2011 - 23h21

Justiça Eleitoral aceita a criação do 29º partido político

Publicidade

DE SÃO PAULO

Os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) aceitaram nesta terça-feira o pedido de criação do PPL (Partido Pátria Livre), o 29º partido político registrado no país.

O PPL, que utilizará o número 54, é formado pelo MR8 (Movimento Revolucionário 8 de Outubro), grupo que participou do sequestro do embaixador norte-americano Charles Burke Elbrick durante a ditadura militar.

A decisão da Corte Eleitoral pela criação da nova sigla foi unânime, mas provocou comentário crítico do presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski. Segundo ele, o Brasil está inovando na ciência política.

"Estamos indo além do pluripartidarismo, estamos ingressando no hiperpartidarismo. É uma novidade que criamos no Brasil", afirmou.

A decisão sobre o PPL acontece uma semana após o mesmo TSE autorizar a criação do PSD, partido idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página